Análise do conceito de jeitinho brasileiro como mecanismo de proveito e suas desvantagens sociais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8240

Resumo

Este artigo trata de um traço cultural brasileiro conhecido como “jeitinho brasileiro” ou simplesmente “jeitinho” e de sua interface com a Administração Pública. O objetivo foi o de confrontar as visões de diferentes autores que já trataram do assunto e procurar entender se o jeitinho poderia ser considerado uma saída válida e aceitável para resolução de problemas dentro da Gestão Pública ou se, pelo contrário, poderia configurar-se como uma violação de um dos princípios da Administração Pública, o da impessoalidade. Metodologia: foi realizado levantamento da literatura existente nas bases de dados do Portal Periódicos Capes, Scielo e BDTD, tendo sido aplicados os seguintes descritores: “jeitinho brasileiro”, “traços culturais”, “formalismo”. Resultados: foram encontradas 27 obras a respeito do tema, abrangendo 38 diferentes autores. Pontos positivos foram apontados pelos autores como relacionados à prática do jeitinho - como flexibilidade e criatividade - bem como fatores negativos foram levantados - como a falta de objetividade e o seu caráter individualista. Não foram computados quantitativamente os fatores positivos e negativos uma vez que se tratou de uma análise qualitativa e, frequentemente, os conceitos de positivo/negativo divergem em relação ao contexto. Conclusão: de uma forma geral, entendeu-se que o jeitinho pode ser considerado um produto do formalismo e, quando aplicado como mecanismo de resolução de problemas, pode caracterizar violação do princípio da impessoalidade, bem como pode encobrir a raiz dos problemas, uma vez que se ocupa de resolver situações pontuais. (Trabalho de conclusão de Pós-graduação Especialização em Gestão Pública pela UAB-Unifesp).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Melissa Cristina Forato Souza, Universidade Estadual de Campinas

 Licenciada em Letras pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP - 2010).

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

SOUZA, M. C. F. Análise do conceito de jeitinho brasileiro como mecanismo de proveito e suas desvantagens sociais. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 90–90, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8240. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8240. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão