Uso do PICC em um Hospital Universitário

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8204

Resumo

Indicadores institucionais de PICC servem de facilitadores para justificar o uso e avaliar a qualidade em instituições públicas. Avaliar os indicadores de uso do PICC em um hospital universitário. Estudo quantitativo e descritivo do uso do PICC em um hospital universitário, realizado no período de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2015. Em 2015 foram utilizados 151 cateteres de PICC sendo 43 (28,47%) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Adultos, 48 (31,7%) na UTI Pediátrica, 21 (13,9%) na Pediatria, 17 (11,2%) na Hematologia, 11 (7,2%) no Transplante de Medula Óssea (TMO) e 11 (7,2%) nas Clinicas Médica e Cirúrgica. A média de tempo de internação antes da inserção foi de 24,9 dias (min=1 e Max=72 dias) na UTI adultos; 7 dias (min=1; Max=27) na hematologia; 10,8 dias (min=1; Max=21) no TMO; 30,3 dias (min=1 e Max=242 dias) na UTI Pediátrica e 13,4 dias (min=1 e Max=101 dias) na Pediatria. A Taxa de sucesso de inserção variou de 38 a 100% com diferença significativa entre as unidades. Os principais critérios de indicação foram antibioticoterapia prolongada, drogas irritantes ou vesicantes, nutrição parenteral e quimioterapia. A média de tempo de uso do PICC durante a internação variou de 1 a 40 dias, com diferença significativa entre as unidades. Dezoito pacientes (11,9%) tiveram alta com PICC para uso intermitente ambulatorial, sendo 88,8% para quimioterapia. Os indicadores do PICC permitiram avaliação e adequação do processo de uso na instituição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sonia Regina Perez Evangelista Dantas, Universidade Estadual de Campinas

Assessora Técnica do Curso de Especialização em Estomaterapia da Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual de Campinas.

Ana Paula Gadanhoto, Universidade Estadual de Campinas

Hospital das Clinicas da Universidade Estadual de Campinas.

A. G Melo, Universidade Estadual de Campinas

Hospital das Clinicas da Universidade Estadual de Campinas.

Giselli Cristina Villela Bueno, Universidade Estadual de Campinas

Mestre em Enfermagem - Faculdade de Ciências Médicas (Unicamp). Enfermeira no Serviço de Enfermagem Pediátrica do Hospital das Clínicas da UNICAMP.

Thiago Lima, Universidade Estadual de Campinas

Hospital das Clinicas da Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

DANTAS, S. R. P. E.; GADANHOTO, A. P.; MELO, A. G.; BUENO, G. C. V.; LIMA, T. Uso do PICC em um Hospital Universitário. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 58–58, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8204. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8204. Acesso em: 28 set. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)