Banner Portal
Reaproveitamento dos resíduos vegetais gerados nos serviços de conservação de áreas verdes do campus
PDF

Palavras-chave

Resíduo vegetal. Reaproveitamento. Compostagem

Como Citar

SANTOS, Lauro; AMARANTE, Adriano Grandinetti; PASCOTTE, Fernanda Pereira. Reaproveitamento dos resíduos vegetais gerados nos serviços de conservação de áreas verdes do campus. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 316–316, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8075. Acesso em: 15 jul. 2024.

Resumo

No ano de 2000, com a expansão das áreas gramadas, arborizadas e ajardinadas do campus atualmente gerando em torno de 900.000 m2 , com a mecanização da roçada de gramados e jardins e com a redução das áreas não urbanizadas limitando os locais de destinação e descarte de resíduos vegetais e galharia gerados na conservação das áreas verdes do Campus, iniciou-se o Programa de Compostagem com o objetivo de reaproveitar a maior quantidade possível destes resíduos. Atualmente, 52,14% de todo o resíduo vegetal gerado é transformado parte em adubo orgânico e parte fornecida para hortifrutigranjeiros da região. Este Programa, que faz parte do Sistema de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos Urbanos da Divisão de Meio Ambiente e que tem como premissa a minimização de resíduos, visando sua máxima redução, reutilização e reciclagem (3 Rs) economizou recursos que seriam destinados ao descarte e a compra de fertilizantes e contribuiu para o aumento da vida útil de aterros sanitários
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Lauro Santos, Adriano Grandinetti Amarante, Fernanda Pereira Pascotte

Downloads

Não há dados estatísticos.