Banner Portal
Programa de atenção à dependência química
PDF

Palavras-chave

Dependência química. Serviço social. Acolhimento

Como Citar

FERREIRA, P.; PEREIRA, C. C.; FACCIONI, E. F. Programa de atenção à dependência química. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 296–296, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8063. Acesso em: 21 fev. 2024.

Resumo

O tema “Dependência Química” é de difícil abordagem em função do preconceito e da falta de informação, mas o conhecimento e a compreensão do assunto são de extrema importância para o enfrentamento da questão. A dependência é o impulso que leva a pessoa a usar qualquer substância psicoativa. O dependente não consegue controlar o consumo de drogas, agindo de forma impulsiva e repetitiva, porém pode ser tratada. O Programa tem como finalidade atender a questão da dependência química dos funcionários da Universidade Estadual de Campinas. Sua importância se deve ao fato do crescimento da demanda de funcionários que procuram a Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento/Psicologia e o Serviço Social – GGBS em busca de orientação, tratamento e outras intervenções. O programa tem por objetivo proporcionar condições de tratamento aos funcionários com diagnóstico de dependência química, visando a reintegração do mesmo no convívio familiar e social, bem como no exercício de suas atividades na Universidade. O S.S e/ou DPD faz o acolhimento ao funcionário e encaminha para o Cecom ou Medicina do Trabalho para definir tratamento. Em caso de internação, o S.S. faz a intermediação da internação junto a clínica e a família.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Petra Ferreira, Carolina Calegari Pereira, Erica Ferreira Faccioni

Downloads

Não há dados estatísticos.