Prevalência da síndrome de Burnout em enfermeiros que atuam numa unidade de emergência

Autores

  • Priscila Almeida Silva Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.8059

Palavras-chave:

Enfermagem. Trabalho. Saúde do trabalhador. Esgotamento profissional

Resumo

A Síndrome de Burnout (SB) é um tipo de estresse crônico vinculado ao trabalho, resultante da constante e repetitiva pressão emocional associada ao envolvimento com pessoas, podendo afetar os profissionais de enfermagem em consequência das características do trabalho e do ambiente de atuação. O objetivo foi identificar a prevalência da SB entre enfermeiros que trabalham na Unidade de Emergência de um Hospital de Campinas-SP. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. A amostra deste estudo se constituiu de 26 enfermeiros, do total de 33 profissionais, onde uma enfermeira encontrava-se em licença maternidade, duas em férias, três não devolveram o questionário e um entregou em branco. Os dados foram coletados em maio de 2009, durante o horário de trabalho dos sujeitos, que responderam o questionário Maslach Burnout Inventary. Constatou-se que 96,2% dos sujeitos estão com alto nível de exaustão emocional, 100% com alto nível de despersonalização e 96,2% com baixo nível de realização pessoal no trabalho. Considerando que a Unidade de Emergência é a porta de entrada do hospital, a SB entre os enfermeiros precisa ser evitada e controlada, pois além de preservar a saúde destes profissionais, isto pode significar a garantia da segurança e a qualidade da assistência aos usuários deste serviço. Contudo, esse grupo de enfermeiros mostra que mesmo estando com a SB são capazes de utilizar estratégias para enfrentá-la e não desenvolver doenças e outras complicações secundárias à síndrome.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila Almeida Silva, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC/Unidade de Emergência Referenciada (UER)

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

SILVA, P. A. Prevalência da síndrome de Burnout em enfermeiros que atuam numa unidade de emergência. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 274–275, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.8059. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8059. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Eixo 5 - Área de Desenvolvimento Humano e Qualidade de Vida