Banner Portal
O acesso de pessoas com cegueira ou com baixa visão aos ambientes digitais
PDF

Palavras-chave

Deficiência visual. Ambientes digitais. Informática

Como Citar

MENDES, Fátima Aparecida Gonçalves; ARRUDA, Sônia Maria Chadi de Paula. O acesso de pessoas com cegueira ou com baixa visão aos ambientes digitais. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 312–313, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8013. Acesso em: 20 jul. 2024.

Resumo

Os ambientes digitais virtuais favorecem a comunicação, o acesso a informação e a inserção na sociedade. Na deficiência visual — cegueira e baixa visão ou visão subnormal —, os sujeitos se apropriam de conhecimentos, tecnologias e recursos específicos que ampliam suas possibilidades de acessibilidade ao ambiente digital. As pessoas com cegueira utilizam o sistema Braille (sistema tátil de leitura e escrita) e as com baixa visão utilizam de auxílios ópticos (lentes específicas para ampliação de imagem) e não ópticos (contrastes, iluminação, materiais adaptados...). Ambas utilizam a informática para ler e escrever. O objetivo desse estudo foi verificar o motivo da aprendizagem do uso do computador de adolescentes e adultos inseridos em um Programa de Reabilitação do CEPRE / FCM / UNICAMP. Utilizou-se a técnica da observação participante e entrevista semi-estruturada, em um enfoque de pesquisa de natureza qualitativa. Os sujeitos foram selecionados entre os usuários atendidos em Recursos de Informática, um setor do processo de reabilitação. O estudo foi realizado com 21 sujeitos, com idade entre 12 a 70 anos. Os resultados apontam que a maioria dos sujeitos busca aprender a usar o computador e ter acesso aos ambientes virtuais para a comunicação pessoal, informação e trabalho. Os sujeitos incluídos no sistema regular de ensino destacaram a importância desse acesso pela igualdade de condições em sala de aula. A comunicação e a participação social, juntamente com a reabilitação, mobilizam as pessoas com deficiência visual a aprenderem e se inserirem nos ambientes digitais, propiciando independência e autonomia no cotidiano
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Fátima Aparecida Gonçalves Mendes, Sônia Maria Chadi de Paula Arruda

Downloads

Não há dados estatísticos.