Banner Portal
Gerencimento de resíduos perigosos no departamento de tecnologia da faculdade de engenharia de alimentos
PDF

Palavras-chave

Resíduos perigosos. Gerenciamento. Treinamento

Como Citar

MOREIRA, R. N. C. et al. Gerencimento de resíduos perigosos no departamento de tecnologia da faculdade de engenharia de alimentos. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 66–66, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7974. Acesso em: 13 abr. 2024.

Resumo

Em 1997 foi realizado pela Unicamp um levantamento de geração de resíduos perigosos. Aproveitando a iniciativa da universidade, foi criada no Depto de Tecnologia da FEA uma comissão de técnicos com o objetivo de eliminar os resíduos químicos passivos estocados no Depto. O projeto piloto propunha seguir a orientação feita pelo Instituto de Química da UNICAMP para destinação de seus resíduos. Em julho de 2000 foi oficializada em reunião de Conselho do Depto, o regimento e a criação da COMISSÃO DE RESÍDUO QUÍMICO do DTA (CoRQ-DTA), comissão permanente composta por técnicos de diversas áreas, tendo como instância superior a Chefia de Depto, a Comissão de Segurança da FEA e posteriormente o Grupo Gestor de Resíduos da Unicamp. São atribuições da CoRQ-DTA, operacionalizar o tratamento e minimização de resíduos químicos na geração, promover treinamentos sobre segurança para usuários dos laboratórios e plantas piloto, preparar e manter informativos atualizados, registrar acidentes ocorridos no Depto e minimizar as ocorrências com atitudes pro ativas. Entre 1998 a 2000 foram incinerados os resíduos acumulados em décadas de trabalho. Em 2002, já pelo Programa de Gerenciamento de Resíduos da UNICAMP, foram realizadas 4 incinerações, incluindo os demais deptos da Faculdade, totalizando 20 toneladas de resíduos. O treinamento aos alunos seja de graduação, pós-graduação entre outros, é oferecido anualmente antes do início das atividades nos laboratórios do Depto. A CoRQ-DTA através da conscientização dos usuários dos laboratórios tem contribuído, para reduzir acidentes e também promover maior integração entre o corpo técnico do Depto.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 R. N. C. Moreira, Dirce Yorika Kabuki, Jose Roberto dos Santos, J. G. L Guimarães, Renata Maria dos Santos Celeghini, Maria Elizabete Fernandes Dias, Alessandra Silva Coelho, Ana Enpien koon, P. A. Ferraz, Kimie Alice Mizota Shiozawa, Ana Lourdes Neves Gandara, Ana Maria da Silva, Cacilda Siqueira Duarte, Diana Maria Dias Arroyo

Downloads

Não há dados estatísticos.