Gerencimento de resíduos perigosos no departamento de tecnologia da faculdade de engenharia de alimentos

Autores

  • R. N. C. Moreira Universidade Estadual de Campinas
  • Dirce Yorika Kabuki Universidade Estadual de Campinas
  • Jose Roberto dos Santos Universidade Estadual de Campinas
  • J. G. L Guimarães Universidade Estadual de Campinas
  • Renata Maria dos Santos Celeghini Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Elizabete Fernandes Dias Universidade Estadual de Campinas
  • Alessandra Silva Coelho Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Enpien koon Universidade Estadual de Campinas
  • P. A. Ferraz Universidade Estadual de Campinas
  • Kimie Alice Mizota Shiozawa Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Lourdes Neves Gandara Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Maria da Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Cacilda Siqueira Duarte Universidade Estadual de Campinas
  • Diana Maria Dias Arroyo Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.7974

Palavras-chave:

Resíduos perigosos. Gerenciamento. Treinamento

Resumo

Em 1997 foi realizado pela Unicamp um levantamento de geração de resíduos perigosos. Aproveitando a iniciativa da universidade, foi criada no Depto de Tecnologia da FEA uma comissão de técnicos com o objetivo de eliminar os resíduos químicos passivos estocados no Depto. O projeto piloto propunha seguir a orientação feita pelo Instituto de Química da UNICAMP para destinação de seus resíduos. Em julho de 2000 foi oficializada em reunião de Conselho do Depto, o regimento e a criação da COMISSÃO DE RESÍDUO QUÍMICO do DTA (CoRQ-DTA), comissão permanente composta por técnicos de diversas áreas, tendo como instância superior a Chefia de Depto, a Comissão de Segurança da FEA e posteriormente o Grupo Gestor de Resíduos da Unicamp. São atribuições da CoRQ-DTA, operacionalizar o tratamento e minimização de resíduos químicos na geração, promover treinamentos sobre segurança para usuários dos laboratórios e plantas piloto, preparar e manter informativos atualizados, registrar acidentes ocorridos no Depto e minimizar as ocorrências com atitudes pro ativas. Entre 1998 a 2000 foram incinerados os resíduos acumulados em décadas de trabalho. Em 2002, já pelo Programa de Gerenciamento de Resíduos da UNICAMP, foram realizadas 4 incinerações, incluindo os demais deptos da Faculdade, totalizando 20 toneladas de resíduos. O treinamento aos alunos seja de graduação, pós-graduação entre outros, é oferecido anualmente antes do início das atividades nos laboratórios do Depto. A CoRQ-DTA através da conscientização dos usuários dos laboratórios tem contribuído, para reduzir acidentes e também promover maior integração entre o corpo técnico do Depto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

R. N. C. Moreira, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Dirce Yorika Kabuki, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Jose Roberto dos Santos, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

J. G. L Guimarães, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Renata Maria dos Santos Celeghini, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Maria Elizabete Fernandes Dias, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Alessandra Silva Coelho, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Ana Enpien koon, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

P. A. Ferraz, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Kimie Alice Mizota Shiozawa, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Ana Lourdes Neves Gandara, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Ana Maria da Silva, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Cacilda Siqueira Duarte, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Diana Maria Dias Arroyo, Universidade Estadual de Campinas

FEA/UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

MOREIRA, R. N. C.; KABUKI, D. Y.; SANTOS, J. R. dos; GUIMARÃES, J. G. L.; CELEGHINI, R. M. dos S.; DIAS, M. E. F.; COELHO, A. S.; KOON, A. E.; FERRAZ, P. A.; SHIOZAWA, K. A. M.; GANDARA, A. L. N.; SILVA, A. M. da; DUARTE, C. S.; ARROYO, D. M. D. Gerencimento de resíduos perigosos no departamento de tecnologia da faculdade de engenharia de alimentos. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 66–66, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.7974. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7974. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 1 - Administração e Gestão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.