Banner Portal
Atividade física para funcionárias da UNICAMP: atuação na composição corporal
PDF

Palavras-chave

Sedentarismo. Atividade física. Composição corporal

Como Citar

SALVE, Mariângela Gagliardi Caro; TEIXEIRA, Camila V. Atividade física para funcionárias da UNICAMP: atuação na composição corporal. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 331–331, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7937. Acesso em: 22 jul. 2024.

Resumo

O sedentarismo é considerado o principal fator de risco para obtenção de doenças não transmissíveis. Dados epidemiológicos evidenciam menor morbimortalidade por doenças em indivíduos fisicamente ativos, pois sabe-se que exercícios físicos, mesmo em graus moderados, têm efeitos protetores e geram importantes benefícios para a saúde. Partindo destes pressupostos, este trabalho teve a proposta de oferecer um programa de atividade de física, com a duração de nove meses, para funcionárias da UNICAMP, sedentárias, na faixa de 30 a 60 anos e visou avaliar a composição corporal através do IMC (Índice de Massa Corpórea), porcentagem de gordura, relação cintura-quadril e perimetria, antes e depois do programa aplicado. As atividades ocorreram três vezes por semana, com a duração de uma hora, com atividades aeróbias, exercícios resistidos e alongamentos musculares. Nos resultados obtidos não se observou mudanças significativas no peso corporal e IMC, porém, pode-se ocorreram melhoras na relação cintura-quadril e aumento da massa magra, relacionado à melhora da porcentagem de gordura e manutenção da perimetria, o que é um indicativo que o programa foi importante
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Mariângela Gagliardi Caro Salve, Camila V. Teixeira

Downloads

Não há dados estatísticos.