Banner Portal
Protocolo de limpeza, preparo e esterilização de artigos para procedimentos em clientes com hipersensibilidade ao látex
PDF

Palavras-chave

Látex. Alergia. Perioperatório. Protocolo

Como Citar

KAVANAGH, Cristina Moreda Galleti. Protocolo de limpeza, preparo e esterilização de artigos para procedimentos em clientes com hipersensibilidade ao látex. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 169–170, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7893. Acesso em: 15 jul. 2024.

Resumo

Processos alérgicos relacionados ao látex são um problema de saúde ocupacional. Na última década, o número de clientes com hipersensibilidade ao látex, tem aumentado, devido a grande variedade de equipamentos que contêm látex, tornando a prevenção mais complexa. O objetivo do trabalho foi o de desenvolver um protocolo de limpeza, preparo, esterilização de artigos livres de látex, para clientes com hipersensibilidade ao látex, em uma Central de Material e Esterilização (CME). Trata-se de um relato de experiência sobre desenvolvimento do protocolo na CME do Centro de Assistência Integral á Saúde da Mulher (CAISM) - UNICAMP. Com a elaboração do protocolo de profilaxia, quando são agendadas cirurgias de clientes com hipersensibilidade, as atividades se desenvolvem de modo tranquilo e eficiente, pois todo o material é planejado com margem de segurança para atender as possíveis intercorrências. Todos os artigos necessários ao ato operatório livre de látex são previstos, não acarretando atrasos na escala cirúrgica. A CME providencia artigos livres de látex para a continuidade da assistência nas Unidades de Internação. Não há relato de reações de hipersensibilidade. A profilaxia a hipersensibilidade ao látex, tem início muito antes do cliente estar presente no ambiente hospitalar ou no Centro Cirúrgico (CC). Ela se inicia na CME, com a limpeza, preparo, esterilização, guarda e distribuição dos artigos, seguindo um protocolo livre de látex. O protocolo desenvolvido foi divulgado e incorporado ao processo de trabalho da instituição. Os colaboradores referem que o protocolo foi um facilitador para a realização das atividades.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Cristina Moreda Galleti Kavanagh

Downloads

Não há dados estatísticos.