O envolvimento dos enfermeiros assistenciais e gerenciais em estratégias de treinamento da equipe de enfermagem

Autores

  • Daniela Fernanda Santos Universidade Estadual de Campinas
  • Giselli Cristina Rugolo Villela Universidade Estadual de Campinas
  • Roseli Higa Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Isabel Melo Paolis Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7867

Palavras-chave:

Equipe de enfermagem. Capacitação em serviço. Educação continuada em enfermagem

Resumo

Os programas de treinamento representam um investimento das organizações hospitalares no desenvolvimento dos seus profissionais, no entanto, o processo de planejamento, execução e avaliação consomem inúmeros recursos e exigem tempo para sua realização. Os programas de treinamento destinados aos profissionais de enfermagem têm sido feitos com base em modelos centralizados, ou seja, são elaborados, executados e avaliados pelos enfermeiros da área da educação continuada, na área física da própria educação continuada, com pouca ou nenhuma participação dos enfermeiros gerenciais e assistenciais. Este estudo tem por objetivo descrever as iniciativas do Serviço de Enfermagem Pediátrica (SEP) do Hospital de Clínicas da Unicamp em criar modelos de aprendizado que compartilhem com o serviço de educação continuada a responsabilidade pelo treinamento e desenvolvimento da equipe de enfermagem. Neste modelo, o enfermeiro assistencial atua como instrutor e as necessidades de treinamento partem de propostas da própria equipe. Observa-se que essas estratégias têm propiciado maior envolvimento das chefias de enfermagem e dos enfermeiros assistenciais que, ao compartilharem seus conhecimentos e experiências, propiciam o desenvolvimento de programas de treinamento mais próximos das necessidades da unidade. O modelo favorece a capacitação e participação dos profissionais e tem sido desenvolvido há quatro anos pelos profissionais do SEP. Recomenda-se a avaliação dos resultados dos treinamentos nessa modalidade e, também, dos custos do processo, uma vez que, na prática, ele tem se revelado complexo, envolvendo numerosos recursos e consumindo tempo do pessoal envolvido nas atividades de planejamento e execução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Fernanda Santos, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC/Departamento de Enfermagem

Giselli Cristina Rugolo Villela, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC/Departamento de Enfermagem

Roseli Higa, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC/Departamento de Enfermagem

Maria Isabel Melo Paolis, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC/Departamento de Enfermagem

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

SANTOS, D. F.; VILLELA, G. C. R.; HIGA, R.; PAOLIS, M. I. M. O envolvimento dos enfermeiros assistenciais e gerenciais em estratégias de treinamento da equipe de enfermagem. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 239–240, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7867. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7867. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 4 - Área Médica e Biológicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>