Banner Portal
Flebite mecânica na implantação do cateter venoso central de inserção periférica em pediatria: relato de experiência
PDF

Palavras-chave

Cateteres. Pediatria. Cuidados de enfermagem

Como Citar

SANTOS, Daniela Fernanda; VILLELA, Giselli Cristina Rugolo. Flebite mecânica na implantação do cateter venoso central de inserção periférica em pediatria: relato de experiência. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 171–172, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7847. Acesso em: 19 jul. 2024.

Resumo

Os avanços tecnológicos têm beneficiado recém-nascidos e crianças com a implantação de cateteres centrais de inserção periférica (CCIP), no entanto, o uso destes dispositivos não está isento de complicações. As complicações locais ocorrem na forma de reações adversas ou traumas, influenciadas também pelas condições clínicas do paciente e a flebite mecânica pode ser uma das complicações. Este estudo tem por objetivo relatar a experiência de um caso em que a criança, em uma unidade pediátrica, que apresentou reação local, com hiperemia no trajeto venoso, imediata à implantação do dispositivo. Ao constatar o problema, optou-se pela manutenção do cateter, aplicação de compressas mornas e observação do trajeto venoso, levando em consideração que o cateter estava locado em veia cava superior, apresentava refluxo sanguíneo e fluxo adequado. Posteriormente, verificou-se que esta conduta é recomendada por protocolos internacionais de atendimento às complicações do uso deste dispositivo. Desta forma, torna-se fundamental a instituição e seguimento de protocolos assistenciais baseados em evidências científicas para padronizar condutas, melhorar a qualidade da assistência e diminuir as práticas empíricas.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Daniela Fernanda Santos, Giselli Cristina Rugolo Villela

Downloads

Não há dados estatísticos.