Flebite mecânica na implantação do cateter venoso central de inserção periférica em pediatria: relato de experiência

Autores

  • Daniela Fernanda Santos Universidade Estadual de Campinas
  • Giselli Cristina Rugolo Villela Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7847

Palavras-chave:

Cateteres. Pediatria. Cuidados de enfermagem

Resumo

Os avanços tecnológicos têm beneficiado recém-nascidos e crianças com a implantação de cateteres centrais de inserção periférica (CCIP), no entanto, o uso destes dispositivos não está isento de complicações. As complicações locais ocorrem na forma de reações adversas ou traumas, influenciadas também pelas condições clínicas do paciente e a flebite mecânica pode ser uma das complicações. Este estudo tem por objetivo relatar a experiência de um caso em que a criança, em uma unidade pediátrica, que apresentou reação local, com hiperemia no trajeto venoso, imediata à implantação do dispositivo. Ao constatar o problema, optou-se pela manutenção do cateter, aplicação de compressas mornas e observação do trajeto venoso, levando em consideração que o cateter estava locado em veia cava superior, apresentava refluxo sanguíneo e fluxo adequado. Posteriormente, verificou-se que esta conduta é recomendada por protocolos internacionais de atendimento às complicações do uso deste dispositivo. Desta forma, torna-se fundamental a instituição e seguimento de protocolos assistenciais baseados em evidências científicas para padronizar condutas, melhorar a qualidade da assistência e diminuir as práticas empíricas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Fernanda Santos, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC - Departamento de Enfermagem

Giselli Cristina Rugolo Villela, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC - Departamento de Enfermagem

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

SANTOS, D. F.; VILLELA, G. C. R. Flebite mecânica na implantação do cateter venoso central de inserção periférica em pediatria: relato de experiência. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 171–172, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7847. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7847. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 4 - Área Médica e Biológicas

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.