Banner Portal
Fatores geradores da rotatividade dos profissionais de saúde: estudo de revisão bibliográfica
PDF

Palavras-chave

Rotatividade. Profissionais. Qualidade

Como Citar

ZILLI, Priscila Trentin; STANCATO, Kátia. Fatores geradores da rotatividade dos profissionais de saúde: estudo de revisão bibliográfica. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 199–200, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7845. Acesso em: 22 jul. 2024.

Resumo

Rotatividade é um fenômeno de entrada e saída de pessoal de uma determinada instituição, isto é “uma flutuação de pessoal entre uma organização e o seu ambiente”. Isto pode tornar-se um problema à medida que suas taxas se alteram com freqüência, sendo elevadas ou mínimas. É importante que as instituições tenham certo equilíbrio nestas taxas de rotatividade, pois, isso garante uma instituição de qualidade e eficácia na sua produção. Este projeto tem como objetivo reunir artigos relativos ao tema Rotatividade em Saúde no período de 1987 a 2009, visando o levantamento bibliográfico deste tema e maior estudo sobre o assunto. Esta pesquisa reuniu 8 artigos e 1 tese de mestrado. Destes, concluiu-se que se deve propor uma maior ênfase nas questões administrativas, reforçando sempre que a saúde é um direito inerente à pessoa, garantindo a ela um atendimento humanizado e de uma equipe integrada, além de um hospital equilibrado, que gera condições de trabalho, segurança física, social, financeira e emocional ao profissional. Isso leva consequentemente a uma instituição de qualidade e responsabilidade para com o paciente.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Priscila Trentin Zilli, Kátia Stancato

Downloads

Não há dados estatísticos.