Alocação dos custos por equipamento nas unidades usuárias com base na depreciação mensal em um hospital terciário

Autores

  • Rosana Maria Decanini Barbeiro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7827

Palavras-chave:

Custo de equipamentos. Processo de trabalho. Manutenção de equipamentos hospitalares

Resumo

Na prestação de serviço da Unidade Respiratória e de Centralização de Equipamentos (UR/CE) do Hospital das Clínicas da Unicamp, detectamos a necessidade de conhecer os custos gerados na utilização dos equipamentos por Unidade Usuária, para que no futuro possamos responder a questões tais como: gestão versus necessidade versus realidade do sistema. O objetivo deste trabalho foi o de conhecer os custos dos equipamentos nas unidades. Para isso foi utilizado a metodologia GEPRO do curso de PDG/ AFPU/ UNICAMP. Até 2005 o setor gerenciava aproximadamente 210 equipamentos e hoje conta com 400, além dos acessórios e materiais para a assistência ventilatória. Na prática, observamos dificuldades na aquisição, manutenção dos equipamentos ativos e atualizados; isto se dá pelo elevado gasto (informes das aquisições) e por não gerarem lucros diretos. O levantamento de dados se dará através de planilha por unidade usuária do custo gerado pelos ventiladores pulmonares e se estenderá paulatinamente aos outros equipamentos. O HC vem aumentando o seu parque na tentativa de suprir a demanda e melhorar a assistência e que nunca parece ser o suficiente para a assistência. O conhecimento a ser adquirido é uma nova proposta e um desafio, pois os diferentes equipamentos tem características próprias e complexas, mas há a perspectiva de obtenção de dados valiosos para a correção e aperfeiçoamento do processo produtivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosana Maria Decanini Barbeiro, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/Hospital de Clinicas

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

BARBEIRO, R. M. D. Alocação dos custos por equipamento nas unidades usuárias com base na depreciação mensal em um hospital terciário. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 237–238, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7827. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7827. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 4 - Área Médica e Biológicas