Ambulatório de prótese bucomaxilofacial do serviço de odontologia do hc unicamp: reabilitando vidas

Autores

  • Laura H. A. A. D’Ottaviano Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7810

Palavras-chave:

Prótese bucomaxilofacial. Reabilitação. Oncologia. Qualidade de vida

Resumo

A Prótese Bucomaxilofacial é a especialidade odontológica que tem por objetivo restaurar aloplasticamente perdas de tecido na região bucomaxilofacial, ocasionadas por traumas ou ressecções cirúrgicas oncológicas. É um trabalho que participa de um contexto multidisciplinar na recuperação funcional, estética e psicológica, reintegrando socialmente o paciente. O Ambulatório de Prótese Bucomaxilofacial do Serviço de Odontologia do HC UNICAMP, criado em 1997, reconstrói a face do paciente com próteses de última geração, totalmente inertes e biocompatíveis, integralmente subsidiadas pelo SUS. Desta forma, proporcionamos ao paciente chances de se reenquadrar socialmente e aumentar seu apetite pela vida, bem como sua cooperação aos diversos tratamentos médicos submetidos, o que acarreta um aumento significativo em quantidade e qualidade da sobrevida. Apesar da enorme importância social, humana e científica, são poucas as universidades brasileiras que possuem em sua graduação esta especialidade, poucos os hospitais e centros que oferecem este tipo de trabalho, e é menor ainda o universo de profissionais capacitados a executar esta “Arte”. Nosso objetivo é sensibilizar os profissionais da área da saúde para a importância deste trabalho. Para tanto, apresentamos os variados tipos de prótese realizados, e nossas estatísticas de atendimento nestes últimos 10 anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura H. A. A. D’Ottaviano, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/HC - Serviço de Odontologia

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

D’OTTAVIANO, L. H. A. A. Ambulatório de prótese bucomaxilofacial do serviço de odontologia do hc unicamp: reabilitando vidas. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 182–182, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7810. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7810. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 4 - Área Médica e Biológicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)