Banner Portal
A atuação da enfermeira na UTIN: entre o ideal, o real e o possível
PDF

Palavras-chave

Recém-Nascido. Cuidado de enfermagem. Unidade de terapia intensiva neonatal. Pesquisa qualitativa

Como Citar

MONTANHOLI, Liciane Langona; MERIGHI, Miriam Aparecida Barbosa; PINTO, Maria Cristina de Jesus. A atuação da enfermeira na UTIN: entre o ideal, o real e o possível. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 186–186, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7805. Acesso em: 15 jul. 2024.

Resumo

O recém-nascido internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) necessita de cuidados específicos para o seu, tornando essencial o cuidado prestado pelo enfermeiro. Este estudo teve como objetivos conhecer e compreender a vivência da enfermeira na UTIN e apreender o típico de vivência dessa profissional. Utilizou-se a abordagem qualitativa, com enfoque da Fenomenologia Social, tendo como base as questões norteadoras: Fale-me do seu dia-a-dia na UTI neonatal. Como você realiza o cuidado direto ao recém-nascido? Há alguma outra atividade que gostaria de realizar aqui na UTI? Identificaram-se categorias concretas do vivido, emergidas dos discursos, as quais foram interpretadas, segundo o referencial de Alfred Schütz. Com base nas categorias, construiu-se o tipo vivido da enfermeira que atua em UTIN. Esse estudo possibilitou reflexões sobre a realidade vivenciada pela enfermeira, as possibilidades de sua atuação e caminhos para atingir o ideal no cuidado em UTIN.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Liciane Langona Montanholi, Miriam Aparecida Barbosa Merighi, Maria Cristina de Jesus Pinto

Downloads

Não há dados estatísticos.