Banner Portal
O jornal comunitário como instrumento de aproximação intergeracional
PDF

Palavras-chave

Jornal comunitário. Educação. Juventude. Terceira idade. Fotografia

Como Citar

CARNICEL, Amarildo Batista; MARIALVA, Carolina; SERRANO, Daniel. O jornal comunitário como instrumento de aproximação intergeracional. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 136–137, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7788. Acesso em: 19 jul. 2024.

Resumo

O presente estudo é um recorte do Projeto de Pesquisa Extensão desenvolvido junto à Faculdade de Educação e ao Centro de Memória da Unicamp que mostra as potencialidades do jornal comunitário como instrumento de diálogo entre a educação formal (tradicional) e a educação não-formal, aquela que ocorre fora do ambiente escolar. O trabalho em desenvolvimento, intitulado “O jornal comunitário como instrumento de aproximação intergeracional”, pretende, por meio de entrevistas, conhecer melhor idosos e adolescentes moradores da Vila Castelo Branco e bairros adjacentes que participam do processo de elaboração do jornal comunitário Conexão Jovem, seja na condi- ção de repórteres (adolescentes/entrevistadores), seja na condição de fontes jornalísticas (idosos/entrevistados). O trabalho vem sendo pautado na seguinte questão: “Em que medida o jornal comunitário Conexão Jovem vem promovendo uma aproximação intergeracional caracterizada pelo diálogo entre adolescentes e idosos?”. Nesse estudo, durante a realização semanal de oficinas de jornal comunitário, são produzidas entrevistas e fotos para a elaboração da publicação – também estão sendo recolhidos depoimentos dos idosos sobre a história e o cotidiano da comunidade. Além da produção de quatro edições do jornal comunitário Conexão Jovem (8 páginas, formato A-4 e tiragem de 3 mil exemplares), será organizada uma exposição de fotos (boa parte dessas imagens já foi produzida pelos jovens que focalizam os idosos da comunidade em seus afazeres diários). A mostra será apresentada, inicialmente, no Progen (Projeto Gente Nova), ONG que sedia o trabalho e, posteriormente, em outros espaços da Vila Castelo Branco e bairros adjacentes.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Amarildo Batista Carnicel, Carolina Marialva, Daniel Serrano

Downloads

Não há dados estatísticos.