Uso sustentável dos recursos hídrico e energético do instituto de química: uma economia anual de 1 milhão de litros de água potável e uma experiência disseminada

Autores

  • Cláudia Martelli Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7752

Palavras-chave:

Água. Osmose reversa. Sustentabilidade

Resumo

O projeto consiste na substituição de um sistema de obtenção de água pura através de destiladores convencionais, por outro sistema de osmose reversa, acompanhado de um projeto sustentável de reaproveitamento de toda a água de rejeito nos banheiros. Anualmente, o projeto implantado economiza, aproximadamente, 1 milhão de litros de água e R$70.000,00 em energia elétrica, água e hora/técnico para o IQ/UNICAMP. O segundo objetivo do projeto é disseminá-lo, alertando e orientando outras unidades da Universidade que ainda utilizam destiladores ou sistema de osmose reversa, sem a reutilização da água. Estima-se que no final do projeto, se 50 destiladores convencionais forem desativados, isso representará anualmente para a Universidade, no mínimo, uma economia de aproximadamente 5 milhões de litros de água potável e de R$200.000,00 em recursos financeiros. Terminado o projeto na UNICAMP, o mesmo será disseminado para outras Universidades. Além dos benefícios financeiros e ambientais, apresentados anteriormente, para a comunidade, espera-se uma conscientização de todos os agentes envolvidos no processo (alunos, funcionários e docentes).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Martelli, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/IQ

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

MARTELLI, C. Uso sustentável dos recursos hídrico e energético do instituto de química: uma economia anual de 1 milhão de litros de água potável e uma experiência disseminada. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 96–97, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7752. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7752. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Área de Exatas e Tecnológicas

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.