Banner Portal
Avaliação do efeito do Ph e temperatura na atividade de uma enzima
PDF

Palavras-chave

Planejamento experimental. Atividade enzimática. Inulinase

Como Citar

COSTA, Fátima A. Almeida; RODRIGUES, Maria Isabel. Avaliação do efeito do Ph e temperatura na atividade de uma enzima. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 100–101, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7722. Acesso em: 16 jul. 2024.

Resumo

As enzimas são muito utilizadas nas indústrias de alimentos, químicas, farmacêuticas e afins, com inúmeras aplicações. As variáveis pH e temperatura afetam significativamente a atuação das enzimas no meio reacional. Este trabalho apresenta os resultados de um estudo comparativo usando-se os três caminhos apresentados: estudo de uma variável por vez, matriz com a combinação de todos os fatores e o uso de planejamento fatorial e análise de superfície de resposta. Assim, para o efeito do pH e da temperatura na atividade da enzima inulinase, três procedimentos foram realizados para comparar as metodologias de condução de experimentos e mostrar uma das vantagens de se utilizar o planejamento fatorial. Inicialmente foi realizado o estudo convencional de uma variável por vez. A temperatura foi fixada em 40 o C, variando-se o pH de 3, 4, 5, 6 e 7. Após ter sido selecionado o pH que resultou em uma maior atividade enzimática, este foi fixado e variou-se a temperatura de 30, 40, 50, 60 e 70 o C totalizando 10 ensaios. Foram realizados ainda 25 ensaios (5 níveis de temperatura x 5 níveis de pH) para determinações de atividade enzimática, combinando-se todos os pH e temperaturas entre si, abrangendo todos os valores citados anteriormente. Em seguida foi realizado um planejamento fatorial completo onde foram realizados 12 ensaios (4 fatoriais + 4 pontos axiais + 4 repetições no ponto central.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Fátima A. Almeida Costa, Maria Isabel Rodrigues

Downloads

Não há dados estatísticos.