Avaliação do efeito do Ph e temperatura na atividade de uma enzima

Autores

  • Fátima A. Almeida Costa Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Isabel Rodrigues Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7722

Palavras-chave:

Planejamento experimental. Atividade enzimática. Inulinase

Resumo

As enzimas são muito utilizadas nas indústrias de alimentos, químicas, farmacêuticas e afins, com inúmeras aplicações. As variáveis pH e temperatura afetam significativamente a atuação das enzimas no meio reacional. Este trabalho apresenta os resultados de um estudo comparativo usando-se os três caminhos apresentados: estudo de uma variável por vez, matriz com a combinação de todos os fatores e o uso de planejamento fatorial e análise de superfície de resposta. Assim, para o efeito do pH e da temperatura na atividade da enzima inulinase, três procedimentos foram realizados para comparar as metodologias de condução de experimentos e mostrar uma das vantagens de se utilizar o planejamento fatorial. Inicialmente foi realizado o estudo convencional de uma variável por vez. A temperatura foi fixada em 40 o C, variando-se o pH de 3, 4, 5, 6 e 7. Após ter sido selecionado o pH que resultou em uma maior atividade enzimática, este foi fixado e variou-se a temperatura de 30, 40, 50, 60 e 70 o C totalizando 10 ensaios. Foram realizados ainda 25 ensaios (5 níveis de temperatura x 5 níveis de pH) para determinações de atividade enzimática, combinando-se todos os pH e temperaturas entre si, abrangendo todos os valores citados anteriormente. Em seguida foi realizado um planejamento fatorial completo onde foram realizados 12 ensaios (4 fatoriais + 4 pontos axiais + 4 repetições no ponto central.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fátima A. Almeida Costa, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/FEA

Maria Isabel Rodrigues, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP/FEA

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

COSTA, F. A. A.; RODRIGUES, M. I. Avaliação do efeito do Ph e temperatura na atividade de uma enzima. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 100–101, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7722. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7722. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Área de Exatas e Tecnológicas