Quando o saber complementa o fazer (da pedagogia informal à efetiva formação pedagógica)

Autores

  • Vera Lucia Ferreira da Silva Pereira Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7705

Palavras-chave:

Saber. Fazer. Educação informal. Desenvolvimento profissional. Desenvolvimento educacional

Resumo

Neste trabalho, é feito um relato da importância de se freqüentar um curso de Pedagogia, mesmo depois de vários anos de atuação profissional em contato com estudantes de nível técnico médio. É relatado o caso de uma Inspetora de alunos que atua no Cotil há anos que sempre tem procurado ser observadora em relação aos desafios vivenciados por alunos adolescentes, alguns vindo de cidades fora de Limeira e que com eles colabora, promovendo ajustes e contato com as famílias. Muitas vezes isso exigiu da profissional conhecimentos e estratégias de pedagogia que, formalmente, ela não tinha. Se por um lado, na prática, a ausência dessa especialização proporcionada por um curso de nível superior tenha exigido dela atenção adicional, não há dúvida que, com esta formação, a profissional estará aliando o fazer com o saber. E o saber, neste caso, muito contribuirá com o fazer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Lucia Ferreira da Silva Pereira, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

PEREIRA, V. L. F. da S. Quando o saber complementa o fazer (da pedagogia informal à efetiva formação pedagógica). Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 78–78, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7705. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7705. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 1 - Administração e Gestão