A faculdade de ciências médicas (FCM): entre os processos de gestão e os de suprimentos às atividades fim e às de desenvolvimento espacial

Autores

  • José Reinaldo Braga Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v1i3.7617

Palavras-chave:

Metas. Indicadores. Gestão de pessoas. Processos

Resumo

O trabalho aqui apresentado é o resultado do esforço de um GT criado através da Portaria DFCM 25/09. O objetivo do GT foi analisar e definir metas e indicadores aos serviços das diretorias administrativa e de suprimento. Os objetos analisados foram as respectivas atividades dos serviços de compras, almoxarifado, patrimônio, limpeza, resíduos, manutenção, RH, CCD, protocolo, SIPEX, SG e reformas. As equipes responsáveis pelos serviços identificaram seus usuários e suas demandas, descreveram as atividades e identificaram os clientes das mesmas. Os clientes são atores institucionais internos ou externos à organização e que podem induzir, alimentar, retro-alimentar ou apenas receber os produtos. Considerando o que o presidente do GT auscultou de alguns clientes e/ou usuários, as equipes apontaram as dificuldades para executar as atividades, as propostas para superá-las e as metas a serem perseguidas, perfazendo um total de 52 metas. A partir da análise das atividades, das dificuldades e das metas, desenvolveu-se um conjunto de 48 indicadores. A análise das atividades possibilitou também dividi-las em dois grupos de processos: um relacionado à gestão de pessoas e patrimônio e outro relacionado aos processos de suprimentos de demandas necessárias às atividades fim (ensino, pesquisa e extensão) e aos desenvolvimentos tecnológico e espacial. Feito isso, observou-se ainda uma distribuição não equitativa entre as duas diretorias e mesmo a subordinação de atividades e processos de gestão à diretoria de suprimento. Com isso o presidente do GT sugeriu à direção da Faculdade uma redistribuição das atividades a partir de duas lógicas de processos: gestão e suprimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Reinaldo Braga, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Ciências Econômicas - Bacharel pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1999) e mestrado em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas (2012). Atualmente é professor titular da Faculdade de Ciências Humanas de Aguaí, professor da Faculdade Santa Lúcia, professor do Centro Universitário Salesiano São Paulo e assessor da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social Aplicado, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento e gestão, violencia, prevenção, politicas públicas, democracia: estado: sociedade civil. e cidadania, participação, construção democrática.

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

BRAGA, J. R. A faculdade de ciências médicas (FCM): entre os processos de gestão e os de suprimentos às atividades fim e às de desenvolvimento espacial. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 74–75, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v1i3.7617. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7617. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 1 - Administração e Gestão