Segurança do paciente na administração de medicamentos: tipos de erros e condutas adotadas numa uti neonatal

Autores

  • Nelma Cabral Calazans Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7520

Palavras-chave:

Erros de medicação. Enfermagem. Gerenciamento de risco

Resumo

Introdução: A administração de medicação é uma atividade de grande risco para segurança do paciente (Silva, 2007). Objetivo: Realizar um levantamento dos tipos de erros de medicação notificados pela equipe de enfermagem e identificar as medidas institucionais adotadas diante dos erros. Métodos: Foi realizado um estudo exploratório descritivo e retrospectivo na unidade de neonatologia do Hospital Estadual de Sumaré no período de janeiro de 2007 à dezembro 2011. Resultados: O tipo de erro mais frequente foi erro de dose (39,62%) e a medida institucional adotada diante dos erros foi a orientação dos profissionais. Discussão: O Erro de dosagem é comum no âmbito da UTI neonatal com maior probabilidade de casos de overdose ou doses baixas (SCHATKOSKI et al. 2009) principalmente por falta de apresentações de medicamentos especificamente direcionados a essa faixa etária (PETERLINI et al., 2003). Esses erros geralmente são subnotificados (SILVA et al, 2007). Conclusão: A instituição estudada investiga e busca melhorias no processo e não somente a punição do profissional envolvido; contudo, a subnotificação derivada da “cultura do medo de punição” impede um levantamento preciso dos eventos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nelma Cabral Calazans, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas(2002). Atualmente é enfermeiro do Fundação de Desenvolvimento da Universidade Estadual de Campinas e Supervisor do Centro Universitário Anhanguera.

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

CALAZANS, N. C. Segurança do paciente na administração de medicamentos: tipos de erros e condutas adotadas numa uti neonatal. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 337–337, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7520. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7520. Acesso em: 28 set. 2022.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.