Minimização dos Resíduos Químicos Gerados nos Laboratórios da Faculdade de Odontologia de Piracicaba - FOP: Compartilhando o Uso de Reagentes e Evitando o Desperdício

Autores

  • Marcelo Corrêa Maistro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7477

Palavras-chave:

Resíduos químicos. Resíduos laboratório. Gestão ambiental. Minimização de resíduos. Resíduos de pesquisa

Resumo

Os laboratórios da Faculdade de Odontologia de Piracicaba - FOP, como a maioria dos laboratórios de ensino e pesquisa de uma universidade, demandam, cada vez mais, de novos materiais e equipamentos, conforme as novas linhas e tendências de pesquisa que vão surgindo, diferentemente do que ocorre, por exemplo, numa indústria. Os produtos químicos de laboratórios, devido a esta característica intrínseca à pesquisa, acabam, muitas vezes, sendo sub-utilizados até o momento do seu descarte final como material vencido, ou seja, resíduos químicos, pura e simplesmente pela ausência de uma gestão eficaz sobre a demanda e uso desses produtos, evitando assim o desperdício dos reagentes químicos adquiridos na unidade. O objetivo deste trabalho é a elaboração, e possivelmente a futura implementação de um “banco virtual” de reagentes químicos, que funcione como uma plataforma propícia para troca de informações que permitam entre os laboratórios a troca, a doação, ou mesmo o compartilhamento desses produtos químicos, sem haver a necessidade de um local específico para estocá-los, evitando assim seu desperdício, e a geração de novos resíduos. O presente trabalho consiste-se ainda num projeto. Ao ser implementado, os resultados, de imediato, seriam a elaboração e implementação deste banco de dados virtual, que, por si só, além de atingir seu objetivo, permitiria a obtenção de dados concretos que avaliassem e comprovassem sua eficácia. Tal proposta está fundamentada no Princípio dos 3 R’s, (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), que prioriza primeiramente a minimização, depois o reaproveitamento, reuso, e por fim o processo de reciclagem de materiais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Corrêa Maistro, Universidade Estadual de Campinas

Licenciado em Química e graduado em Química Industrial, possui mestrado em Ciências pela Escola Superior de Agricultura "Luíz de Queiroz" - ESALQ - USP (2000), e especialização em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2006). Atualmente, a partir de 2014, exerce o cargo de Assistente Técnico Ambiental, com a responsabilidade pela área de gestão ambiental, além da função de técnico de laboratório, ambas na Faculdade de Odontologia de Piracicaba - FOP - UNICAMP. Na área de laboratório presta todo o suporte técnico nas atividades de pesquisa de docentes e alunos de pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado). Tem vasta experiência em rotina e gerenciamento de laboratórios, com ênfase em química analítica e instrumental, química ambiental, tecnologia de celulose e papel e tratamento de águas, assim como um amplo conhecimento e experiência em gestão ambiental e gerenciamento de resíduos químicos. Ministrou aulas de química no ensino médio da Rede Pública de Ensino por mais de dez anos. Atualmente, desde início de 2014, é professor concursado em cursos técnicos da rede estadual, do Centro de Educação Tecnológica Paula Souza, CEETPS, mais especificamente numa das ETEC's, em disciplinas pertinentes à área de Química.

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

MAISTRO, M. C. Minimização dos Resíduos Químicos Gerados nos Laboratórios da Faculdade de Odontologia de Piracicaba - FOP: Compartilhando o Uso de Reagentes e Evitando o Desperdício. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 294–294, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7477. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7477. Acesso em: 26 nov. 2022.