Banner Portal
Tempo de espera em lista para transplante com rim de doador falecido e sensibilização aos antígenos HLA
PDF

Palavras-chave

Renais crônicos. PRA. Lista de espera. Transplante

Como Citar

LIEBER, Sofia Rocha. Tempo de espera em lista para transplante com rim de doador falecido e sensibilização aos antígenos HLA. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 278–278, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7461. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

Em pacientes renais crônicos, a presença de anticorpos anti-HLA dificulta o encontro de doador de rim para o qual não esteja sensibilizado. O presente trabalho teve por objetivo avaliar o nível de sensibilização aos antígenos HLA dos pacientes inscritos em lista de espera de rim de doador falecido, do Sistema Estadual de Transplante (SP), em abril de 2012 e acompanhados pelo laboratório de histocompatibilidade do Hemocentro de Campinas. O nível de reatividade contra painel de antígenos HLA (% PRA), o tempo de espera em lista única e o gênero dos pacientes foram avaliados em 516 inscritos (56%, homens). Os percentuais de pacientes com menos de um ano em lista correspondiam a 33,1%, com 1 a 5 anos 50,6% e com mais de 5 ano, 16,3%. Ausência de sensibilização foi observada em 68,8% dos homens e 26,3% das mulheres (X2, P<0,00001). Sensibilização exclusiva contra os antígenos HLA classe II, foi observada em apenas 2,4% dos homens e em 3,9% das mulheres e não aumentou conforme o tempo espera para transplante. Os percentuais de pacientes hipersensibilizados (%PRA classe I >80%) foram 23,4%, 29,5% e 44,0%, respectivamente, nos grupos de pacientes com menos de 1 ano, com 1 a 5 anos e com mais de 10 anos em lista de espera para transplante. Dentre os 71 pacientes hipersensibilizados, 72,3% são mulheres. O levantamento permitiu concluir que o nível de sensibilização das mulheres é maior que o dos homens, e que pacientes hipersensibilizados tendem a permanecer por mais tempo aguardando doador compatível
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Sofia Rocha Lieber

Downloads

Não há dados estatísticos.