Banner Portal
Projeto uhayele - fortalecimento da atenção primária huambo- Angola - experiência de enfermagem em um contexto transcultural: relato de experiência
PDF

Palavras-chave

Atenção primária à saúde. Saúde da família. Enfermagem transcultural

Como Citar

SILVA, A. R. C. Projeto uhayele - fortalecimento da atenção primária huambo- Angola - experiência de enfermagem em um contexto transcultural: relato de experiência. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 268–268, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7451. Acesso em: 25 fev. 2024.

Resumo

Saúde da família é uma estratégia de reorientação do modelo assistencial operacionalizada mediante a implantação de equipes multiprofissionais em unidades básicas de saúde. Equipes estas responsáveis por acompanhar um determinado número de famílias situadas em uma área geográfica demarcada, atuando em ações de promoção de saúde, prevenção, recuperação e reabilitação de doenças e agravos mais frequentes da saúde. Pretende-se relatar a experiência vivenciada por enfermeiras no fortalecimento de atenção primária por meio do Projeto UHAYELE em um contexto transcultural Huambo – Angola. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, realizado na Província de Huambo Angola. O projeto UHAYELE que na língua local Umbundo significa saúde teve seu inicio em 2008, realizado em parceria com o governo local, com a finalidade de promover a consolidação da estratégia de Atenção Primária e consequentemente transformar as condições de saúde da população, desenvolvendo ações de base comunitária com progressiva ampliação para os demais Municípios da província. Os profissionais que compõe a equipe são constituídos por enfermeiros, supervisores do cuidado e Agente Comunitário de Saúde (ALS). Atualmente aproximadamente 42 mil famílias estão cadastradas, o que corresponde à cerca de 210 mil pessoas beneficiadas diretamente com informações benéficas a saúde comunitária. O trabalho centrado nas famílias e em parceria com as autoridades sanitárias e tradicionais tem modificado de forma gradual a realidade local, trazendo mais esperança de melhorias de vida. As ações desempenhadas pelos ALS que são membros das próprias comunidades estreitam o vínculo da atenção e favorecem a aceitação das famílias. 
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Agnês Raquel Camisão Silva

Downloads

Não há dados estatísticos.