Banner Portal
Impacto da atuaçao do farmacêutico hospitalar nas ações de farmacovigilância no hospital da mulher – CAISM – UNICAMP
PDF

Palavras-chave

Farmacovigilância. Reação adversa ao medicamento. Notificação

Como Citar

SILVA, Nice Maria Oliveira. Impacto da atuaçao do farmacêutico hospitalar nas ações de farmacovigilância no hospital da mulher – CAISM – UNICAMP. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 220–220, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7403. Acesso em: 24 abr. 2024.

Resumo

A Farmacovigilância é a área das ciências farmacêuticas responsável por identificar, avaliar, compreender e prevenir a ocorrência de eventos adversos e outros problemas relacionados aos medicamentos. O farmacêutico hospitalar tem um importante papel na detecção precoce destes eventos e a notificação de reações adversas a medicamentos (RAMs) à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) contribuindo para o conhecimento da frequência e natureza destas RAMs nacionalmente. Avaliar o impacto da busca ativa e da sensibilização de profissionais da saúde para a notificação de eventos adversos a medicamentos nas unidades de internação de um hospital universitário de alta complexidade.Visitas foram realizadas às unidades de internação e de terapia intensiva no período de janeiro/2011 a setembro/2012. Em 2012 foi intensificada esta busca ativa assim como o estimulo as equipes médica e de enfermagem a notificarem suspeitas de RAM. Os dados foram coletados por meio de formulários específicos.Durante o período, foram realizadas 190 notificações; 83 foram classificadas como suspeitas de RAM e 107 foram queixas técnicas de medicamentos. Entre estas notificações, 113 (59,5%) foram notificadas à ANVISA. Em 2011 a média mensal de eventos adversos notificados foi de 7,3 notificações/mês com elevação para 11,9 notificações/mês em 2012. A média mensal de notificação de RAMs elevou-se de 1,6 RAMs/mês em 2011 para 7 RAMs/mês em 2012.A intensificação da busca ativa por farmacêuticos mostrou-se eficaz na sensibilização da equipe de saúde com elevação da notificação dos eventos adversos a medicamentos no período estudado.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Nice Maria Oliveira Silva

Downloads

Não há dados estatísticos.