Humanização de familiares de pacientes em unidade de terapia intensiva

Autores

  • Elaine da Costa Alves Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7399

Palavras-chave:

Humanização. Família. Terapia intensiva

Resumo

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) muitas vezes é vista como um local frio e hostil onde à tecnologia prevalece em relação às ações humanísticas. Conhecer o que a literatura tem reproduzido em relação à importância da humanização do cuidado de enfermagem pode contribuir para a qualidade da assistência. O objetivo deste trabalho foi identificar e analisar a importância do processo de humanização da assistência de enfermagem. Trata-se de um estudo bibliográfico, onde foi realizado um levantamento nas bases se dados LILACS e SCIELO. Os artigos estudados nos mostra a relevância da humanização do cuidado em UTI, demonstrando que as ações de enfermagem com vistas à humanização deve ser focada no auxilio dos familiares, na construção do cuidado e reconhecimento da individualidade do paciente e da família. A humanização dos próprios profissionais também é necessária para os processos de trabalho. O equilíbrio DA TECNOLOGIA COM AS AÇÕES HUMANAS TAMBÉM FOI TEMA DOS TRABALHOS REVISADOS a máquina e o humano, estabelecendo como prioridade um cuidado holístico do paciente e sua família. Portanto, com a implantação da humanização nas unidades de terapia intensiva será possível fazer com que o paciente e a família se sintam mais acolhidos e seguros para enfrentar de maneira mais positiva um dos momentos mais difíceis da vida 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elaine da Costa Alves, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

ALVES, E. da C. Humanização de familiares de pacientes em unidade de terapia intensiva. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 216–216, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7399. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7399. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida