Formação e supervisão de estágio do e no serviço social: encontro de encontros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7391

Palavras-chave:

Saúde púbica. Formação. Trabalho coletivo. Ergologia. Serviço social

Resumo

Estudo de pós-doutoramento, de natureza qualitativa, ancorado nos conceitos da Abordagem Ergológica visou identificar os saberes construídos na atividade de supervisão, a relação de interpenetração e [in]dissociabilidade de saberes e de temporalidades da e na atividade de trabalho real de Supervisores Acadêmicos de Campo de estudantes estagiários de Serviço Social. Empreendeu análise da atividade de trabalho real tendo como sujeito supervisores de ambas as modalidades de supervisão, mediante a organização de Grupos de Encontro de Trabalho (GRT), ferramenta desenvolvida pela Ergologia, e de um Seminário Regional com os membros de ambos os GRTs onde se buscou “desdobrar os triângulos Valores-Saberes-Atividades” (SCHWARTZ, 2007) com vista a explicitar os “pontos de vistas” dos sujeitos supervisores acerca dos saberes e das temporalidades presentes na atividade de supervisão do e no Serviço Social. Analisou a atividade no campo da saúde, onde está presente o “objeto” vida/morte (JOAZEIRO, 2002, 2008) articulado, diuturnamente às múltiplas expressões da questão social (IAMAMOTO, 2007). Mediante a organização dos GRTs analisou o lugar que as narrativas ocupam no processo de formação do assistente social no campo da saúde, demarcando o lugar da extraterritorialidade na relação entre a supervisão acadêmica e a de campo. Apontou ainda como as narrativas se constituem ferramentas potentes no processo de balizamento e de ancoragem da e na atividade de intervenção e no processo de conceitualização do trabalho do supervisor e do estudante ao longo do processo de formação nas interfaces entre o campo do social e o da saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edna Maria Goulart Joazeiro, Universidade Estadual de Campinas

Pós doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012), possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1989), graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1982), Mestrado em Educação (2002), Doutorado em Educação (2008) ambos pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Tem especialização em Psicoterapias Institucionais pelo Instituto de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Saúde Pública, Formação em Grupanálise pela SPAG CAMP. É docente do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal do Piaui, UFPI.

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

JOAZEIRO, E. M. G. Formação e supervisão de estágio do e no serviço social: encontro de encontros. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 208–208, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7391. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7391. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)