Banner Portal
Caminho do sol - um desafio
PDF

Palavras-chave

Valores da vida. Amizade. Qualidade de vida

Como Citar

CAMARGO, Geraldo Jose. Caminho do sol - um desafio. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 191–191, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7374. Acesso em: 15 jun. 2024.

Resumo

A experiência no caminho do sol mostrou-se, ambivalente pois, embora houvesse ansiedade para começar o dia andando, houve também medo do desconhecido. A saída de casa foi bastante difícil, pois embora houvesse vontade de concretizar esta viagem, havia também um apelo do aconchego do lar. Foram 11 dias de caminhada. Com uma turma de 13 pessoas de diversos estados e cidades, e foram 241km que percorridos , uma viagem inspirada no Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, que tem como cenário uma parte do interior do estado de SP e explora o particular de cada peregrino, redescobrindo os valores da vida, da natureza e acima de tudo, conhecendo pessoas, interagindo com os mais diversos perfis de seres humanos, momentos de apreciações culturais, como musica, culinária e costumes, entre um aceno e outro já caminhado. O início da caminhada foi no dia 14 de julho, trajeto que começa em Santana do Parnaíba, passando por Pirapora do Bom Jesus, Cabreúva, Itu (Fazenda Cana Verde), Salto (Fazenda Vesúvio), Elias Fausto, Capivari (Fazenda Milhã), Mombuca, Clube Arapongas, Monte Branco, Piracicaba (Artemis) e terminando em Águas de São Pedro. Foram mais de 20 km de caminhada diária. Geraldo conta que caminharam em média oito horas por dia, faziam uma ou duas paradas para se abastecerem de água e se alongarem, e é claro que as conversas e risadas não ficavam de fora. 
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Geraldo Jose Camargo

Downloads

Não há dados estatísticos.