Avaliação de interações medicamentosas potenciais em pacientes oncológicas sob cuidados paliativos

Autores

  • Nice Maria Oliveira Silva Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7368

Palavras-chave:

Cuidados paliativos. Interação medicamentosa. Qualidade de vida

Resumo

Os cuidados paliativos devem basear-se em uma abordagem que promova a qualidade de vida de pacientes e seus familiares, prevenindo e aliviando o sofrimento, por meio do tratamento da dor e de outros problemas físicos, psicossociais e espirituais. É necessário o envolvimento de toda a equipe, inclusive do farmacêutico clínico, que atua de forma a solucionar problemas relacionados à terapia medicamentosa. O objetivo deste trabalho foi avaliar Interações Medicamentosas Potenciais (IMPs) nas prescrições de pacientes sob cuidados paliativos na Unidade de Internação de Oncologia Clínica - (UI Onco) do Hospital da Mulher Professor Doutor José A. Pinotti – CAISM-UNICAMP. O profissional farmacêutico participou semanalmente das visitas à pacientes internadas na UI Onco e das discussões multidisciplinares dos casos clínicos, avaliando as prescrições médicas. Em 4 meses, foram avaliadas as prescrições de 124 pacientes sob cuidados paliativos, com média de idade de 56,5±17,4 anos. O número médio de medicamentos foi de 8,2±2,9 por paciente e a média de IMP foi de 2,1 por paciente, sendo que 71,0% delas apresentou ao menos uma IMP em sua prescrição. Em relação à severidade, as interações medicamentosas de moderada severidade foram as mais presentes e exigiram medidas de monitoramento e conhecimento por parte da equipe sobre seus possíveis riscos. Ressalta-se que as IMPs aqui identificadas são previsíveis e durante o estudo não foi observada a sua real ocorrência. O farmacêutico mostrou-se de grande relevância na equipe de cuidados paliativos, por contribuir na discussão das medidas de segurança e efetividade da farmacoterapia. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nice Maria Oliveira Silva, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Especialização em Farmacologia Clínica (UNIARAS). Atualmente é farmacêutica da Universidade Estadual de Campinas. Com ênfase em Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica.

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

SILVA, N. M. O. Avaliação de interações medicamentosas potenciais em pacientes oncológicas sob cuidados paliativos. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 185–185, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7368. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7368. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)