Análise de registros da assistência pré-natal

Autores

  • Sabrina Momesso Viganô Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7353

Palavras-chave:

Gestante. Cuidado Pré-Natal. Planejamento em Saúde

Resumo

Verificar os registros da assistência exercida durante o Pré-Natal a puérperas hospitalizadas para resolução do parto. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e quantitativo. Foram analisados os registros de consultas de Pré-Natal dos Cartões de Gestantes de puérperas com partos SUS ocorridos entre as 03:00h do dia anterior as 02:59h do presente dia, por 30 dias corridos, baseado no Instrumento de Coleta de Dados desenvolvido por Baldin e Parada, 2007. Iniciaram o pré-natal com até 18 semanas de gestação 93% (147) das mulheres. 88,6% (140) delas realizaram sete ou mais consultas de pré-natal. Para 77,8% (123) não há nenhum tipo de registro Citologia Oncótica e para 21,5% (34), para vacinação anti-tetânica. O número de solicitações de exames básicos foi superior a 90%, exceto para Hepatite C com 25,3% (40) e 11,4% (18). 28 (28,5%) das intercorrências foi por Infecção Genital. Os baixos índices de realização de Vat e de CO evidenciam falhas importantes no registro dos procedimentos ou a ausência da realização. A inadequação dos registros é um dos principais obstáculos para o aperfeiçoamento da qualidade da assistência pré-natal. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Momesso Viganô, Universidade Estadual de Campinas

Graduação em Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2002). Docência para o ensino médio, técnico e superior na área da saúde pela FAPI (2010). Mestra em Ciências da Saúde na área de Enfermagem e Trabalho pela Faculdade de Enfermagem da Unicamp (2013).

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

VIGANÔ, S. M. Análise de registros da assistência pré-natal. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 170–170, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7353. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7353. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida