A prevalência de potenciais interações medicamentosas em um hospital especializado na saúde da mulher

Autores

  • Roberta Paro Carvalho Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7344

Palavras-chave:

Interações medicamentosas. Segurança do paciente. Avaliação de prescrição

Resumo

As interações medicamentosas potenciais são fatores importantes a serem considerados durante o tratamento medicamentoso de qualquer paciente, pois estas podem alterar significativamente o seu resultado. Especial atenção deve ser dispensada aos pacientes submetidos a vários medicamentos, como no ambiente hospitalar, onde o uso de vários medicamentos pelo mesmo paciente é comum.O objetivo deste trabalho foi identificar, classificar e estabelecer a prevalência das interações medicamentosas potenciais em prescrições de pacientes atendidas na Unidade de Internação da Ginecologia do Centro de Atenção Integral à Saúde da MulherDurante 3 meses foram avaliadas todas as prescrições eletrônicas submetendo-as ao sistema interativo DrugReax System™, considerada a fonte bibliográfica mais completa para a identificação e classificação de interações medicamentosasTotalizando 1604 prescrições, a prevalência de interações medicamentosas potenciais foi de 59,4%, sendo que as graves tiveram prevalência de 12,4%. Foi observado que 21,1% das pacientes apresentaram pelo menos uma interação medicamentosa potencial durante o período e, dentre estas, 69,4% estavam em uso de 5 ou mais medicamentos concomitantemente. Os principais medicamentos envolvidos nas interações medicamentosas potenciais graves pertencem às classes dos inibidores seletivos da recaptação de serotonina, antagonistas de dopamina e AINEs.As interações medicamentosas potenciais ocorrem com relevante frequência e previsibilidade, sendo responsabilidade do profissional farmacêutico a sua identificação e prevenção, seja diretamente, seja na orientação da equipe multidisciplinar, visando à segurança do paciente e o sucesso da farmacoterapia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberta Paro Carvalho, Universidade Estadual de Campinas

UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

CARVALHO, R. P. A prevalência de potenciais interações medicamentosas em um hospital especializado na saúde da mulher. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 161–161, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7344. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7344. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida