Banner Portal
A informática como recurso do aluno com deficiência visual
PDF

Palavras-chave

Informática. Deficiência visual. Recursos

Como Citar

MENDES, Fátima Aparecida Gonçalves. A informática como recurso do aluno com deficiência visual. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 159–159, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7342. Acesso em: 20 abr. 2024.

Resumo

A informática trouxe imensas contribuições para a acessibilidade da leitura e escrita de pessoas com deficiência visual por meio dos recursos sonoros e de ampliação que possibilitam a comunicação, a informação e permitem à pessoa com deficiência visual realizar tarefas profissionais e de lazer. A deficiência visual engloba a cegueira e a baixa visão também chamada de visão subnormal. O objetivo desse estudo é mostrar que no campo escolar a informática contribui para que os alunos com deficiência visual possam desenvolver suas atividades escolares por meio dos recursos sonoros e de ampliação. Nesta pesquisa realizou-se um estudo de natureza qualitativa. Os sujeitos selecionados fazem parte de um grupo de um Programa de Reabilitação do CEPRE, sendo três adultos e seis adolescentes. Os adultos são do sexo masculino e, os adolescentes são três do sexo masculino e três do sexo feminino. Desses sujeitos dois adolescentes do sexo masculino são cegos, sendo um com cegueira congênita e o outro com cegueira adquirida, os demais são baixa visão. Conclui-se que os estudantes adultos fazem uso dos recursos da informática para desenvolverem suas atividades e as instituições de ensino de certa maneira reconhecem esses recursos. No caso dos estudantes adolescentes, embora eles façam uso dos recursos para atividades escolares a busca é maior para atividades de comunicação, e as instituições de ensino não incentivam o uso da informática para fins escolares.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Fátima Aparecida Gonçalves Mendes

Downloads

Não há dados estatísticos.