Empoderamento do enfermeiro de cme na gestão de preparo de caixas cirúrgicas: garantia no processo de cuidado seguro ao paciente - relato de experiência.

Autores

  • Evelyn Cabral Mattos Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v4i4.7257

Palavras-chave:

Administração de materiais no hospital. Centro de material e esterilização. Enfermeiro

Resumo

O Centro de Material e Esterilização (CME) é uma unidade de apoio técnico responsável pela recepção, limpeza, desinfecção, preparo, esterilização, armazenamento, distribuição e controle dos materiais. O processamento de artigos em unidades de saúde é uma atividade complexa que possui como objetivo principal evitar eventos adversos relativos a seu uso, garantindo uma assistência segura. O enfermeiro de CME dentro de suas atribuições gestoras participa diretamente do planejamento e desenvolvimento de rotinas para o controle dos processos de preparo de caixas cirúrgicas. Nesta etapa os instrumentais são cuidadosamente avaliados quanto a sua limpeza e funcionalidade e qualquer alteração que venha comprometer seu uso é meticulosamente analisada. Observou-se que as ocorrências mais freqüentes são relacionadas à falta de peças e identificações incorretas, e partir daí algumas práticas gestoras foram desenvolvidas visando mitigar estes erros. Foram adotadas ações para melhoria do processo de preparo como: montagem de books com imagens dos instrumentais; análise dos boletins de ocorrência (documentos encaminhados pelos setores que receberam caixas de instrumentais com inconformidades); treinamentos coletivos/individuais. Esses treinamentos aconteceram com a finalidade de reforçar práticas seguras e contextualizar a repercussão da prática de preparo de caixas cirúrgicas no cuidado ao paciente. As ações adotadas favoreceram maior segurança ao colaborador durante o preparo de caixas cirúrgicas. Concluiu-se que o papel do enfermeiro é fundamental como agente gestor e educador, formando opiniões, agregando conhecimentos para novas práticas, sendo estas fundamentadas em princípios de qualidade no atendimento com foco na melhoria constante pautada no segurança ao cliente. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evelyn Cabral Mattos, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Enfermagem pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo (2002). Pós graduação em Enfermagem em Centro Cirúrgico, Central de Materiais e Esterilização e Recuperação Anestésica pelo Instituto de Ensino Hospital Israelita Albert Einstein (2006). Atua como enfermeira em Central de Materiais e Esterilização e Unidade Respiratória no Hospital Estadual de Sumaré - (desde 2007)

Downloads

Publicado

2016-07-15

Como Citar

MATTOS, E. C. Empoderamento do enfermeiro de cme na gestão de preparo de caixas cirúrgicas: garantia no processo de cuidado seguro ao paciente - relato de experiência. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, v. 4, n. 4, p. 21–21, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v4i4.7257. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7257. Acesso em: 6 out. 2022.