Banner Portal
O uso da poli-hexa-metileno-biguanida (PHMB) no tratamento de ferida infectada em paciente com hipotireoidismo
PDF

Palavras-chave

Cicatrização. Hipotireoidismo. Enfermagem

Como Citar

LING, Su Yan; FAGAN, Aline Zanco; FIGUEIREDO, Kelly Cristina Oliveira Manzoli; ARAÚJO, Luzinete Alves; FAEZ, Silvia Cristina; SILVA, Vanessa Abreu. O uso da poli-hexa-metileno-biguanida (PHMB) no tratamento de ferida infectada em paciente com hipotireoidismo. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 246–246, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7235. Acesso em: 29 maio. 2024.

Resumo

O hipotireoidismo é uma alteração endócrina,  sistêmica, caracterizada pela disfunção da glândula tireóide que resulta na alteração da produção de hormônios tireoidianos. Os sinais e sintomas característicos da doença destacam-se o ganho de peso, hipotensão, pele fria, grossa e áspera. Estas alterações aumentam a suscetibilidade da pele a lesões e infecção. O objetivo foi relatar um caso clínico do uso do PHMB no tratamento de lesão em paciente com hipotireoidismo. Trata-se de um estudo descritivo, relato de caso por meio das intervenções de enfermeiros especialistas e registros fotográficos. Caso Clínico: T.G.B., 46 anos, apresenta como antecedentes hipotireoidismo e tabagismo. Procurou atendimento, com lesão em antebraço, relatando ter sido picada por algum animal peçonhento, informou também que furou as bolhas com espinho de limão e utilizou anti-séptico bucal no local. Ambas lesões apresentavam necrose em delimitação, com edema de todo o membro, calor e hiperemia local. Foi iniciada terapia tópica com solução de PHMB 0,2% para limpeza, gel de PHMB com rayon para cobertura e creme de PHMB em pele ao redor, com troca diariamente. Dias depois com a delimitação da necrose iniciou-se o desbridamento instrumental conservador e a terapia tópica foi mantida. Após 20 dias, a paciente teve alta hospitalar e continuou o acompanhamento ambulatorial com troca de terapia tópica a três vezes por semana. Após 75 dias, a paciente apresenta epitelização completa das lesões. O PHMB otimizou o preparo do leito da ferida, a redução da carga bacteriana o que...

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Su Yan Ling, Aline Zanco Fagan, Kelly Cristina Oliveira Manzoli Figueiredo, Luzinete Alves Araújo, Silvia Cristina Faez, Vanessa Abreu Silva

Downloads

Não há dados estatísticos.