Protocolo de insulinoterapia desenvolvido para unidade de emergência médica - retaguarda HC-UNICAMP

Autores

  • Fabiana dos Santos Oliveira Universidade Estadual de Campinas
  • Alba Miranda Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Carolina Nogueira Zanotti Universidade Estadual de Campinas
  • Josiane Priscila Dias Universidade Estadual de Campinas
  • Pamela Paula Veloso Universidade Estadual de Campinas
  • Queila Aparecida Gabriel Universidade Estadual de Campinas
  • Vanessa Maria Bochi Universidade Estadual de Campinas
  • Wesley Rodrigo Poltronieri Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7227

Palavras-chave:

Insulinoterapia. Protocolos. Insulina endovenosa

Resumo

A glicemia é a quantidade de glicose no sangue e a verificação de seus parâmetros torna-se importante na prevenção e detecção de hipo e hiperglicemia. A hiperglicemia induzida por estresse ocorre com frequência em pacientes críticos internados em unidades de terapia intensiva e tem sido associada ao aumento de morbimortalidade em diabéticos e não diabéticos. A proposta da insulinoterapia é melhorar as condições do paciente, propor maior qualidade e segurança no serviço prestado. O objetivo deste estudo é desenvolver um protocolo de insulinoterapia para a unidade de emergência médica – Retaguarda UNICAMP. Utilizou-se publicações relacionadas à protocolos de insulinoterapia, em bases de dados indexadas eletrônicas (Lilacs, Bireme, Scielo) sites, manuais e protocolos institucionais. Um protocolo eficiente agiliza a assistência, diminui a chance de erros de cálculo, diminui o tempo da assistência e proporciona um serviço seguro e eficaz. Optou-se por uma adaptação do Protocolo do Hospital de Ottawa, onde sua segurança e efetividade foram comprovadas por ser de fácil compreensão, não contém cálculos complexos, direciona seu controle à equipe de enfermagem e requer pouca intervenção médica. Como objetivo terapêutico, os níveis glicêmicos foram de 140 a 180 mg/dl proposto pelo Estudo Multicêntrico Normoglycemia in Intensive Care Evaluation-Survival Using Glucose Algorithm Regulation (NICE- SUGAR), por ser atual e seguro. A seleção do protocolo requer uma investigação cuidadosa, e a escolha deve levar em consideração o tipo de paciente e as experiências e habilidades da equipe de enfermagem, que também contribuem para o sucesso dos protocolos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

OLIVEIRA, F. dos S.; MIRANDA, A.; ZANOTTI, A. C. N.; DIAS, J. P.; VELOSO, P. P.; GABRIEL, Q. A.; BOCHI, V. M.; POLTRONIERI, W. R. Protocolo de insulinoterapia desenvolvido para unidade de emergência médica - retaguarda HC-UNICAMP. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 238–238, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7227. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7227. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida