Violência contra a mulher: uma experiência vivência com mulheres funcionárias e tercerizadas da UNICAMP

Autores

  • Renata Cristina Augusto Cardozo CASCOM-PREF-Reitoria/UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7194

Palavras-chave:

Violência. Gênero. Sofrimento psíquico. Empoderamento. Qualidade de vida

Resumo

Com a implantação da Lei Maria da Penha Lei 11.340 de 2006, nós mulheres passamos a ser amparada legalmente, mas ainda  nos  sentimos muito intimidadas com a situação de violência em relação a Mulher, condição social, que nos julga e nos remete como responsável pela situação de violência. A Violência Contra a Mulher, conforme dados estatísticos ocorre em todas as classes sociais, está classificada como um problema de Saúde Publica no Brasil. Realizar uma roda de conversa com funcionárias UNICAMP/Prefeitura/Restaurante Universitário e Terceirizadas da Empresa CENTRO, contribui para fomentar o dialogo a partir das vivências dessas mulheres, com informações para dialogar sobre: Violência, Ciclo de Violência (física, psicológica, sexual, moral e patrimonial) Direitos Humanos, Informação das Redes de Apoio em Campinas, Projeto Promotoras Legais e Populares e também dialogar no entorno das crenças sociais posta pela Violência. Essa ação promoveu o fortalecimento e prevenção da Violência Contra a Mulher, tivemos a oportunidade ouvir, refletir, acolher, integrar, trocar informações, compartilhar vivências, proporcionando uma melhor qualidade de vida. Mas também chegamos a conclusão que a violência contra a mulher, causa um sofrimento psíquico, seja ela individual ou coletivo, pois toda vez que ouvimos ou vivenciamos uma historia de violência, impossibilita de prosseguir com entusiasmos e coragem que um ser humano precisa.Essa atividade no ambiente de trabalho, deixa espaço para novas ações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

AUGUSTO CARDOZO, R. C. Violência contra a mulher: uma experiência vivência com mulheres funcionárias e tercerizadas da UNICAMP. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 195–195, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7194. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7194. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida