Supervisão acadêmica e de campo em serviço social: relação de interpenetração e de interdependência recíprocas de saberes e temporalidades

Autores

  • Edna Maria Goulart Joazeiro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7176

Palavras-chave:

Formação. Serviço social. Saúde pública. Ergologia

Resumo

Estudo qualitativo de pós-doutoramento utilizou conceitos e categorias da abordagem Ergológica, tendo como sujeito Supervisores Acadêmicos e de Campo em Serviço Social. Analisou o intrincado de relações no cotidiano de trabalho de ambas as modalidades de supervisão, a acadêmica e a de campo na saúde. Evidenciou que ambas as modalidades de supervisão, utilizam a escuta e a observação da realização da atividade dos estudantes com o objetivo de “decifrar” a incultura parcial dos saberes necessários ao exercício da profissão nas suas interfaces entre o campo social e o da saúde. Nesses espaços, é contínua a relação de indissociabilidade e interpenetração recíproca “entre saberes”, posto que ambas contribuem no processo de escolha conjuntural que o estudante precisa aprender a realizar, sendo a supervisão acadêmica, [re]convocada para situar as escolhas de saberes do corpus de saber da profissão, marcados pela disciplina epistêmica e saberes conceituais. A supervisão de campo requisita os saberes da profissão, dos coletivos de trabalho e os saberes requeridos no aqui e agora na atividade, na ancoragem entre história do usuário e família nas ínfimas gestões de situações indispensáveis para gerir o trabalho. A extraterritorialidade de ambas as atividades, decorre de lidarem com espaços sociais diferenciados, a academia e o campo de estágio, contudo tal distinção não pode ser assumida como uma relação de oposição, antes deve ser compreendida como traço que revela o seu pertencimento a campos de saberes interdependentes e fundamentais para a consolidação da formação da e na profissão neste tempo e no futuro a construir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edna Maria Goulart Joazeiro, Universidade Estadual de Campinas

Pós doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012), possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1989), graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1982), Mestrado em Educação (2002), Doutorado em Educação (2008) ambos pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Tem especialização em Psicoterapias Institucionais pelo Instituto de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Saúde Pública, Formação em Grupanálise pela SPAG CAMP. É docente do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal do Piaui, UFPI.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

JOAZEIRO, E. M. G. Supervisão acadêmica e de campo em serviço social: relação de interpenetração e de interdependência recíprocas de saberes e temporalidades. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 112–112, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7176. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7176. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)