Riscos ocupacionais entre profissionais de enfermagem: revisão crítica

Autores

  • Su Yan Ling Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Inês Monteiro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7150

Palavras-chave:

Produtos químicos. Riscos ocupacionais. Enfermagem

Resumo

Riscos ambientais são todos os agentes físicos, químicos e biológicos existentes nos ambientes de trabalho que, em função de sua natureza, concentração/intensidade e tempo de exposição, são capazes de causar danos à saúde do trabalhador. O crescente interesse em relação aos riscos químicos se deve ao aumento da presença de produtos químicos no ambiente hospitalar. O estudo teve como objetivo identificar em artigos publicados em bases de dados os principais produtos químicos aos quais os profissionais de enfermagem estão expostos e os danos ocasionados. Metodologia: Foi realizada busca com levantamento bibliográfico nas bases LILACS e MEDLINE no período de 2004 a 2013, com os descritores: produtos químicos, riscos ocupacionais e enfermagem. Foram identificados 27 estudos sobre risco ocupacional relacionado a produtos químicos e, destes, oito artigos foram incluídos. Os artigos nacionais tinham como objetivo identificar o conhecimento e percepção dos profissionais de enfermagem sobre o uso de produtos químicos e danos à sua saúde. Nos estudos internacionais o objetivo foi mostrar a relação produto químico-dano nos profissionais de enfermagem, por meio da realização de exames ou análise de prontuários médicos. Foi possível correlacionar os riscos ocupacionais dos produtos químicos e alteração na saúde dos profissionais de enfermagem, que podem ser manifestadas por sintomas leves como alergias e irritação de pele; doenças crônicas como asma e doenças malignas e graves, como mutação genética e anomalias congênitas dos filhos das profissionais de enfermagem. Os profissionais devem conhecer os riscos a que estão expostos e exigir ambientes mais seguros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Su Yan Ling, Universidade Estadual de Campinas

Mestra pela Faculdade de Enfermagem (UNICAMP) na área de pesquisa Saúde do Trabalhador. Graduação e licenciatura em Enfermagem pela Universidade Estadual de Campinas (2003) , pós-graduação em Estomaterapia pela Universidade Estadual de Campinas (2009) e pós-graduação em Enfermagem do Trabalho pelo Centro Universitário São Camilo ( 2012). 

Maria Inês Monteiro, Universidade Estadual de Campinas

Riscos ambientais são todos os agentes físicos, químicos e biológicos existentes nos ambientes de trabalho que, em função de sua natureza, concentração/intensidade e tempo de exposição, são capazes de causar danos à saúde do trabalhador. O crescente interesse em relação aos riscos químicos se deve ao aumento da presença de produtos químicos no ambiente hospitalar. O estudo teve como objetivo identificar em artigos publicados em bases de dados os principais produtos químicos aos quais os profissionais de enfermagem estão expostos e os danos ocasionados. Metodologia: Foi realizada busca com levantamento bibliográfico nas bases LILACS e MEDLINE no período de 2004 a 2013, com os descritores: produtos químicos, riscos ocupacionais e enfermagem. Foram identificados 27 estudos sobre risco ocupacional relacionado a produtos químicos e, destes, oito artigos foram incluídos. Os artigos nacionais tinham como objetivo identificar o conhecimento e percepção dos profissionais de enfermagem sobre o uso de produtos químicos e danos à sua saúde. Nos estudos internacionais o objetivo foi mostrar a relação produto químico-dano nos profissionais de enfermagem, por meio da realização de exames ou análise de prontuários médicos. Foi possível correlacionar os riscos ocupacionais dos produtos químicos e alteração na saúde dos profissionais de enfermagem, que podem ser manifestadas por sintomas leves como alergias e irritação de pele; doenças crônicas como asma e doenças malignas e graves, como mutação genética e anomalias congênitas dos filhos das profissionais de enfermagem. Os profissionais devem conhecer os riscos a que estão expostos e exigir ambientes mais seguros.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

LING, S. Y.; MONTEIRO, M. I. Riscos ocupacionais entre profissionais de enfermagem: revisão crítica. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 109–109, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7150. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7150. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)