Percepção da informação recebida sobre a doença e o tratamento de um grupo de pacientes com câncer de mama em uso de tamoxifeno

Autores

  • Aline Cruz CAISM/UNICAMP
  • Aline Antonioli de Barros CAISM/UNICAMP
  • Ana Elisa Ribeiro da Silva CAISM/UNICAMP
  • Jacqueline Marques dos Santos CAISM/UNICAMP
  • Luiz Carlos Teixeira CAISM/UNICAMP
  • Nice Maria Oliveira da Silva CAISM/UNICAMP
  • Priscila Gava Mazzola CAISM/UNICAMP
  • Roberta Paro de Carvalho CAISM/UNICAMP
  • Valéria de Souza Santos Holsback CAISM/UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7133

Palavras-chave:

Câncer de mama. Atenção farmacêutica. Informação sobre o tratamento. Hormonioterapia

Resumo

A informação do paciente sobre sua doença e tratamento tem um importante papel no auto-cuidado e adesão à terapia. A Atenção Farmacêutica pode colaborar na identificação de “gaps” de informação e então planejar estratégias para esclarecer e orientar os pacientes. Investigar a quantidade de informação recebida sobre diferentes aspectos do tratamento e a satisfação com a informação na percepção de pacientes com câncer de mama em tratamento com tamoxifeno. O questionário EORTC QLQ-INFO25 foi aplicado a 38 voluntárias. Esta ferramenta avalia a informação recebida e oferece quatro opções de resposta para cada questão: “nenhuma”, “alguma”, “bastante” e “muita”. As pacientes em hormonioterapia acompanhadas tinham idade entre 38 e 83 anos (média: 55,8 anos). De acordo com as respostas aos diferentes itens, foi observado que as pacientes consideraram ter recebido “bastante” ou “muita” informação sobre o diagnóstico (71%), extensão (57%) e tratamento (82%). Por outro lado, muitas disseram ter recebido “nenhuma” informação sobre as possíveis causas de sua doença (42%), os efeitos do tratamento na sua atividade sexual (42%) e ajuda adicional fora do hospital (66%). A maior parte das voluntárias expressou o desejo de receber mais informações (59%) e aquelas as quais consideraram-se “bastante” ou “muito” satisfeitas com a quantidade de informação recebida representaram 69% das pacientes acompanhadas. Além disso, 84% disseram que a informação recebida foi “bastante” ou “muito” útil. Pacientes com câncer de mama em hormonioterapia declararam-se bem informadas em vários aspectos de sua doença e tratamento e consideraram úteis as informações recebidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

CRUZ, A.; ANTONIOLI DE BARROS, A.; RIBEIRO DA SILVA, A. E.; MARQUES DOS SANTOS, J.; TEIXEIRA, L. C.; OLIVEIRA DA SILVA, N. M.; GAVA MAZZOLA, P.; PARO DE CARVALHO, R.; SOUZA SANTOS HOLSBACK, V. de. Percepção da informação recebida sobre a doença e o tratamento de um grupo de pacientes com câncer de mama em uso de tamoxifeno. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 167–167, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7133. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7133. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)