Benefícios das práticas corporais chinesas para participantes (funcionários e alunos) no programa mexa-se UNICAMP

Autores

  • Carlos Aparecido Zamai FEF/UNICAMP
  • Bruno Dias Ferreira FEF/UNICAMP
  • Claudia Maria Peres FEF/UNICAMP
  • Marjori Laporte FEF/UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7103

Palavras-chave:

Lian Gong. Auto–massagem. Saúde. Programa mexa-se UNICAMP

Resumo

Na medicina tradicional chinesa um corpo onde a energia ou sopro vital – Qi, flui harmonicamente se mantém saudável. Em caso de desequilíbrio manifestam-se patologias. Esse trabalho pretendeu identificar e relatar a melhora no bem–estar dos praticantes das artes corporais chinesas (Lian Gong em 18 terapias anterior, Xiang Gong, Auto-percussões para Vitalidade e Auto– massagem para prevenção da saúde) do programa Mexa-se UNICAMP no período de novembro-2013 a fevereiro-2014. Após concordância e assinatura do termo de consentimento, participaram desta pesquisa e responderam o questionário avaliativo (anamnese). Inscreveram-se 25 sujeitos nas atividades, mas participaram 11 sujeitos do gênero feminino e diversas faixas etárias com queixas de algias, má qualidade do sono, insônia e ansiedade. As aulas aconteceram as 2ª, 4ª e 6ª feiras das 16h30 as 17h30 na Estação de Atividade Física 2. Após a reavaliação verificou-se que 72,73% dos sujeitos avaliados reduziram totalmente as dores e 27,27% reduziram em 50% as dores no corpo; 100% das avaliadas que tinham baixa qualidade do sono melhoraram e 100% relataram melhora no controle da ansiedade e insônia. Notou-se que as praticas corporais chinesas realizadas com frequência durante três meses, de duas a três vezes por semana, contribuíram na melhora do bem–estar geral das praticantes do programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

ZAMAI, C. A.; DIAS FERREIRA, B.; PERES, C. M.; LAPORTE, M. Benefícios das práticas corporais chinesas para participantes (funcionários e alunos) no programa mexa-se UNICAMP. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 128–128, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7103. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7103. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>