Banner Portal
Atendimento do CECOM na epidemia de dengue de 2014
PDF

Palavras-chave

Dengue. Epidemia. Atendimento em saúde

Como Citar

NIERI, Tamara Maria et al. Atendimento do CECOM na epidemia de dengue de 2014. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 124–124, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7099. Acesso em: 13 abr. 2024.

Resumo

 A classificação da Dengue, segundo a Organização Mundial de Saúde, é retrospectiva e depende de critérios clínicos e laboratoriais nem sempre disponíveis nos primeiros dias da doença. O Ministério da Saúde propõe uma abordagem CLÍNICO-EVOLUTIVA, portanto, cada paciente demandou um mínimo de 4 atendimentos após a suspeita diagnóstica. Foi adaptado, pela equipe médica e de enfermagem, o protocolo de atendimento à Dengue do Ministério da Saúde às características de atendimento do CECOM, criando-se um fluxo exclusivo, dentro do Pronto Atendimento e uma retaguarda para o retorno destes pacientes. A agenda de coleta de exames laboratoriais foi modificada, priorizando-se os casos de Dengue. Nas situações de agravamento clínico, os exames eram colhidos na urgência, sendo mantido um contato telefônico com o laboratório para a checagem dos resultados. Desde o início da epidemia, houve um planejamento semanal para o aumento da aquisição de insumos, de acordo com a demanda do atendimento. Os usuários do CECOM foram informados, através de Banner na recepção, comunicados no site e orientação verbal, sobre estas mudanças de foco do atendimento. De janeiro a junho deste ano, foram realizados 595 atendimentos notificados: 77 casos positivos por sorologia e 438 casos positivos por clínica e epidemiologia.Este trabalho só foi realizado graças ao envolvimento de todas as equipes do CECOM: a equipe da limpeza; os recepcionistas; os funcionários do arquivo, do almoxarifado, das compras, da informática; os técnicos de enfermagem; as enfermeiras; os médicos e a coordenação, o que resultou num atendimento preciso, com um mínimo de complicações.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Tamara Maria Nieri, Andréia Fabiana de Oliveira, Edite Kazue Taninaga, Luciane da Silva Antunes, Maria Cristina Stolf, Miriam Suzana Locatelli Marques da Silva, Patricia Asfora Falabella Leme, Rôse Clélia Grion Trevisane, Rosa Vasques Rosa, Tereza Cristina Gansauskas Panetta

Downloads

Não há dados estatísticos.