Cuidados com proteção radiológica durante tomografia computadorizada multslice realizada durante a gestação no diagnóstico complementar de alterações ósseas no feto

Autores

  • José Thiago de Souza Castro Universidade Estadual de Campinas
  • Josias dos Santos Ferreira Universidade Estadual de Campinas
  • Rogério Aparecido Lima Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7097

Palavras-chave:

Displasia tanatofórica. Tomografia computadorizada Mult- slice. Proteção radiológica

Resumo

Displasia Tanatofórica (DF) é uma desordem genética rara que leva ao impedimento do crescimento normal do indivíduo deixando-o com baixa estatura. Os portadores desta síndrome apresentam membros desproporcionalmente curtos, com pregas cutâneas extras, estreitamento torácico, costelas pequenas, pulmões subdesenvolvidos e hidrocefalia. Metodologia: pesquisa na literatura nacional e internacional. A DF pode ser diagnosticada através de ultra-sonografia (US), com aproximadamente 23 semanas de gestação. Havendo suspeita de uma forma letal de displasia esquelética a TC com reconstrução 3D pode ser sugerida. Um estudo comparou o uso do US 2D e TC 3D a conclusão é o menor custo e a ausência de irradiação no US, o método é mais dependente do volume de líquido amniótico e posição fetal. A TC 3D pode demonstrar todo esqueleto fetal. O US 2D forneceu diagnóstico correto em quatro dos seis casos estudados, enquanto TC 3D rendeu o diagnóstico correto em todos os seis casos. No uso da TCM 3D para o diagnóstico pré-natal da DF, deve-se levar em consideração a dose de radiação. Para reduzir a dose de radiação na gestante e seu feto, é possível empregar uma corrente do tubo menor, sem comprometer a qualidade da imagem através de controle automático de exposição (AEC). Utilizando protocolos de baixa dose é possível realizar exame de TC em gestante com qualidade e baixa dose de radiação, tornando o exame mais seguro a paciente gestante e ao feto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Thiago de Souza Castro, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Tecnologia em Radiologia Médica pela Universidade Paulista (2008). Tecnólogo em radiologia médica no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas. Professor titular da Universidade Paulista (Campinas - SP) , atuando principalmente nos seguintes temas: serviço de apoio diagnóstico e terapêutico, tecnologia, radiologia, tomografia computadorizada.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

CASTRO, J. T. de S.; FERREIRA, J. dos S.; LIMA, R. A. Cuidados com proteção radiológica durante tomografia computadorizada multslice realizada durante a gestação no diagnóstico complementar de alterações ósseas no feto. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 97–97, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7097. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7097. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão