Cesto do tesouro

Autores

  • Patricia Andrea Gurgeira Universidade Estadual de Campinas
  • Iraci Rodrigues Vilas Boas Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7094

Palavras-chave:

Cesto. Bebês. Brincadeiras. Exploração

Resumo

Este trabalho propõe relatar uma atividade que está inserida no projeto do módulo Convivência I (berçário) na Creche Área da Saúde/ Unicamp, realizada durante o primeiro semestre de 2014, com bebês na faixa etária entre 7 e 11 meses. O cesto de tesouro é uma experiência proposta para as crianças a partir do planejamento das professoras. Nessa atividade, os bebês tem a oportunidade de explorar uma coletânea de materiais com diversas texturas, cores, formas, cheiros e sons, colocados dentro de um cesto de vime. O cesto do tesouro pode ser composto por materiais, tais como: objetos da natureza, objetos domésticos, objetos de metal, couro, têxteis, borracha, pele e outros materiais de uso cotidiano. Essa proposta é oferecida em diferentes momentos, com a intenção de se tornar para o bebê  algo familiar, permitindo a exploração do mesmo objeto de diferentes formas. Ao propor para os bebês essa vivência, temos como objetivo oferecer-lhes uma riqueza de experiências, estimulando interesses, curiosidades e escolhas, permitindo desta forma, que eles adquiram informações sobre os novos objetos, que façam conexões e descubram seus aspectos físicos, como tamanho, textura, peso, consistência, etc. Pudemos observar nesse contexto, o interesse dos bebês por cada tipo de material e a sua maneira de explorar e experimentar cada um dos objetos, aprimorando seus sentidos, descobrindo novas utilidades para os materiais e construindo conhecimento

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

GURGEIRA, P. A.; BOAS, I. R. V. Cesto do tesouro. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 95–95, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7094. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7094. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão