O efeito do enriquecimento ambiental para o bem-estar de camundongos transgênicos

Autores

  • Elson Andre Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Alex Vinícius Campos Universidade Estadual de Campinas
  • Delma Pegolo Alves Universidade Estadual de Campinas
  • Edivana Aparecida Vespa Alves Universidade Estadual de Campinas
  • Marina Lopes Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7079

Palavras-chave:

Enriquecimento ambiental. Bem estar. Camundongo trans- gênico

Resumo

O grande avanço do conhecimento humano na medicina humana e veterinária e o expressivo aumento da utilização de animais de laboratório em pesquisas científicas, fez com que houvesse a necessidade de implementação de novas técnicas que favorecessem assim o bem estar dos animais de laboratório. Neste experimento foram utilizados camundongos transgênicos da linhagem STOCK Hbatm1Paz Hbbtm1Tow Tg (HBA-HBBs) 41Paz/J, divididos em grupo Controle e grupo de Super Enriquecimento Ambiental (EA) com 5 matrizes em cada grupo. Durante todo o experimento, as matrizes de camundongos S.P.F (Specific Pathogen Free) foram mantidas em duas unidades isoladoras em ambiente climatizado com temperatura 21ºC±3, fotoperíodo 12h/12h na área de Gnotobiologia do CEMIB/UNICAMP. Todos os materiais e insumos, incluindo os EAs foram esterilizados dentro de cilindros em autoclaves a 125ºC por 30 minutos e conectados e transferidos para as unidades isoladoras. Foram realizadas 120 horas de observação e com avaliação semanal por 60 dias da performace reprodutiva dos animais (inter- partos, taxa de reprodutividade, taxa de mortalidade, curva de peso dos filhotes e das matrizes). Os resultados obtidos demonstraram melhoria da atividade locomotora e exploratória do grupo com EA, porém os 2 grupos apresentaram a mesma performace reprodutiva. O uso de enriquecimento ambiental em linhagens de camundongos transgênicos foi eficiente no que se diz respeito ao bem-estar dos animais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Delma Pegolo Alves, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1985), graduação em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral (1987), mestrado em Ciências Biológicas na Área de Imunologia pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e doutorado em Parasitologia pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Atualmente é profissional de pesquisa da Universidade Estadual de Campinas, também exerce o cargo de Diretora do CEMIB - Centro Multidisciplinar para Investigação Biológica na Área da Ciência em Animais de Laboratório - UNICAMP.

Edivana Aparecida Vespa Alves, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2008). Atualmente é bióloga - UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas). Tem experiência na área de Microbiologia, Gnotobiologia e animais de laboratório (Germ Free e SPF).

Marina Lopes, Universidade Estadual de Campinas

 

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

SILVA, E. A.; CAMPOS, A. V.; ALVES, D. P.; ALVES, E. A. V.; LOPES, M. O efeito do enriquecimento ambiental para o bem-estar de camundongos transgênicos. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 80–80, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7079. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7079. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>