Música de mixagem: percepção e análise computacional

Autores

  • José Eduardo Fornari Novo Junior Universidade Estadual de Campinas
  • Danilo Vieira Granato Araújo Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7076

Palavras-chave:

Mixagem. Descritores acústicos. DJ. Cognição

Resumo

Grande parte da produção musical popular da atualidade é o que se chama normalmente de música de DJ. Esta é constituída por trechos de outras músicas, unidos e mesclados num emaranhado sonoro, agregado por efeitos sonoros que se expressa numa forma de reciclar músicas a fim de criar novas músicas. Chamamos aqui esse estilo musical de música de mixagem. Esta geralmente advem da grande exploração de processos criativos e improvisados da mixagem musical, onde diversos arquivos de som (musicais ou não) são utilizados a fim de se criar uma performance musical nova.  Este  trabalho estuda alguns aspectos perceptuais desse estilo musical. Através da utilização de 4 descritores acústicos (Beat Track, Harmonic Pitch Class Profile, Loudness e Spectral Centroid) este experimento analisou duas peças de famosos DJs (Moby e Sven Vath), de modo a extrair e analisar aspectos sonoros que caracterizam e distinguem suas performances. Os resultados destas análises são aqui descritos e discutidos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Eduardo Fornari Novo Junior, Universidade Estadual de Campinas

Full-time Researcher at the Interdisciplinary Nucleus for Sound Communication - NICS, at the University of Campinas - UNICAMP. (since September of 2008). * PosDoc (2008) Music Cognition Group, Finnish Centre of Excelence, Braintuning project, University of Jyväskylä, Finland. * PosDoc (2007) NICS / Unicamp, sponsored by Fapesp (www.fapesp.br), process: 04/00499-6.

Danilo Vieira Granato Araújo, Universidade Estadual de Campinas

Bacharel em Música Popular pela Universidade Estadual de Campinas (2011). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Instrumentação Musical, atuando principalmente nos seguintes temas: música eletrônica e mixagem. Atualmente está cursando o segundo ano de mestrado em Música pela Universidade Estadual de Campinas (2014), com ênfase na área de sonologia aplicada ao estudo do campo estereofônico.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

NOVO JUNIOR, J. E. F.; ARAÚJO, D. V. G. Música de mixagem: percepção e análise computacional. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 79–79, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7076. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7076. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão