Banner Portal
Implementação do SGQ laboratorial no IRAC/FEC - fase 1
PDF

Palavras-chave

Sistema de gestão da qualidade. Laboratório. Prestação de serviço

Como Citar

BRANDÃO, A. R.; CAMARGO, C. L. de; TEIXEIRA, H.; PALMA, K. R. de; SILVA, L. L. da; ZARPELLON, S. L. Implementação do SGQ laboratorial no IRAC/FEC - fase 1. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 73–73, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7068. Acesso em: 29 fev. 2024.

Resumo

A implementação do Sistema de Gestão de Qualidade conforme a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025 é uma tendência para prestadores de serviço como o laboratório LRAC/FEQ. A acreditação é concedida pela CGCRE, a Coordenação Geral de Acreditação do INMETRO. O LRAC conta com modernos equipamentos analíticos de grande porte orçamentário, nos quais são realizados ensaios/medições relacionados à caracterização de substâncias e materiais; operando no formato multiusuário atua como Central Analítica da Unidade, contudo atende a diversas outras Unidades, Instituições, entre outros.Esta implementação envolve uma avaliação inicial, treinamento em SGQ, elaboração de documentos da qualidade e técnicos, definição de escopo, ensaios de proficiência, solicitação da acreditação e avaliação pela CGCRE. Está em andamento a 1a fase do projeto que se refere à adequação de processos/procedimentos. Contudo, já foi possível colher frutos deste trabalho como a realização de auditoria interna, na qual se identificou a necessidade de treinamento para homogeneização da equipe que foi realizado em 2011/2012/2013 totalizando 36 horas; a realização de reuniões sistemáticas para discussão/avaliação da documentação, em que foi concluída 38% das relações previstas, 40% dos documentos da qualidade previstos e 60% dos documentos técnicos estão em andamento; a adequação da página do LRAC/FEQ com a disponibilização de documentos orientativos e formulários práticos para solicitação dos serviços. Enfim, com a sistematização de processos/procedimentos observou-se maior objetividade,  eficiência  e robustez, resultando em maior qualidade, reprodutibilidade e rastreabilidade nas análises químicas e/ou físicas realizadas e, consequentemente, melhoria no atendimento aos clientes em todo o processo do laboratório.

 

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Adilson Roberto Brandão, Celso Luis de Camargo, Hugo Teixeira, Kelly Roberta de Palma, Lucélia Luisa da Silva, Sergio Luis Zarpellon

Downloads

Não há dados estatísticos.