Documentos de arquivo: história e memória – o caso da petrobras

Autores

  • Silvia Rosana Modena Martini Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7059

Palavras-chave:

Arquivo. História. Memória. Ibope. Petrobrás

Resumo

Os documentos de arquivo trazem-nos vestígios do passado que possibilitam compreender as maneiras de agir, pensar, imaginar, bem como as formas de sociabilidade de uma determinada sociedade. Documentos de arquivo são palavras vivas, cheias de emoção, que por si só não são capazes de dar sentido aos fatos ocorridos, mas que podem aliadas aos acontecimentos coletivos, contribuir com o refinamento das configurações teóricas. Por meio dos relatórios de pesquisa de opinião pública do IBOPE, depositados no Arquivo Edgard Leuenroth (AEL), é possível verificar que desde os anos 1950 até os dias de hoje o petróleo e a Petrobras suscitam as mais diversas opiniões. Assim como nos anos 1950 a questão do nacionalismo e do uso da estatal como “abrigo” dos apadrinhados políticos provoca ainda calorosos debates, haja vista recentemente as Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) do Senado e Câmara investigarem os recentes negócios realizados pela Petrobras, entre eles a compra da refinaria Pasadena e a construção da Abreu e Lima. Apesar das coincidências e muitas vezes pairando no ar um “déjà vu”, a sociedade, em cada momento, fabrica a história específica desta relação caracterizada por movimentos e tensões incessantes.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Rosana Modena Martini, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (1987), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1995) e doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (2011). É professora universitária a quase 20 anos. Atualmente leciona na Faculdade Municipal Professor Franco Montoro e atua como socióloga no Arquivo Edgard Leuenroth, da Universidade Estadual de Campinas. Supervisiona a Seção de Processamento Técnico e Atendimento. Tem experiência na área de Ciências Sociais e Arquivística, atuando principalmente nos seguintes temas: mídia, cultura, Ibope, memória, arquivos, cidades, centros de documentação e organizações sociais. Foi editora da Cadernos AEL, revista do Arquivo Edgard Leuenroth, de agosto de 2012 a abril de 2015.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

MARTINI, S. R. M. Documentos de arquivo: história e memória – o caso da petrobras. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 64–64, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7059. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7059. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)