Banner Portal
A demanda para exame de antígenos leucocitários humanos (HLA) no transplante de células tronco hematopoiéticas (TCTH): o processo de trabalho do assistente social
PDF

Palavras-chave

Demanda. Usuário. Exame. Transplante. Hemocentro

Como Citar

SARTORI, Rosana Márcia; VIGORITO, Afonso Celso; PENTEADO ARANHA, Francisco José; COLELLA, Marcos Paulo; GUILHERME, Márcia; ESTEVAM FILHO, Wilson. A demanda para exame de antígenos leucocitários humanos (HLA) no transplante de células tronco hematopoiéticas (TCTH): o processo de trabalho do assistente social. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 116–116, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7049. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

O Hemocentro da UNICAMP é referência em doenças hematológicas e atende usuários de Campinas, região e outros estados. Destacamos o atendimento dos usuários que necessitam do exame de compatibilidade para transplante de células tronco hematopoiéticas (TCTH), que é realizado para o tratamento de doenças hematológicas em adultos e crianças. O assistente social está inserido na equipe multidisciplinar num atendimento humanizado com pacientes do pré e pós-transplante e familiares. O objetivo desse trabalho é apresentar a demanda de usuários atendidos no ambulatório do TCTH nos anos 2012 e 2013, por pesquisa quantitativa e que realizaram o exame de antígenos leucocitários humanos (HLA) para TCTH. Cem por cento do atendimento é realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com pacientes provenientes do ambulatório de hematologia e de outros serviços de saúde. O processo de trabalho do assistente social consiste na informação, convocação, orientação sobre o exame, preenchimento dos dados em documentação específica, encaminhamento do paciente e seus prováveis doadores (irmãos) para o procedimento, encaminhamento dos resultados para equipe médica e registro do resultado do HLA em um banco de dados, o mesmo processo é feito para o cadastro de pacientes no Registro de Receptores de Medula Óssea (REREME) e no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME). Observamos que há uma crescente demanda de usuários para a realização do HLA neste período. No primeiro momento o assistente social faz acolhimento e avaliação social para que se possa identificar alguma problemática para esclarecer, orientar e intervir no caso se necessário.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Rosana Márcia Sartori, Afonso Celso Vigorito, Francisco José Penteado Aranha, Marcos Paulo Colella, Márcia Guilherme, Wilson Estevam Filho

Downloads

Não há dados estatísticos.