Diálogos difíceis entre música e dança

Autores

  • Jorge Luiz Schroeder Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i5.7047

Palavras-chave:

Música. Dança. Formação de bailarinos. Trabalho musical. Músico de aulas

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo explicitar as várias formas de relações que se estabelecem entre a música e a dança, e seus significados. Está dividida em quatro eixos principais assim designados: 1) o trabalho do músico na criação coreográfica, que inclui análises de espetáculos coreográficos diversos através das noções de esferas de relações temporais, de intensidades/energias e de caráter/ambiência; 2) a música na formação das bailarinas e bailarinos, num enfoque educacional; 3) o trabalho criativo colaborativo entre musicistas e bailarinas e bailarinos, incluindo principalmente a dimensão significativa (apropriação e atribuição de significados); 4) o trabalho do chamado “músico de aulas”, o especialista em acompanhar aulas práticas de dança, sob o ponto de vista do estudo da precarização do trabalho artístico. Através do envolvimento de alunos da graduação (em grupos de  estudo, grupos de discussões e projetos de Iniciação Científica) e da pós-graduação em Música e em Artes da Cena (projetos de mestrado e de doutorado), tenta- se organizar um mapa dinâmico das várias situações pelas quais a música e os musicistas passam quando trabalham com a dança: contribuições e incompreensões de uma arte para a outra; trocas e entraves de comunicação e de interpretação mútuas; conflitos e ajustes entre os modos específicos de trabalho e de criação das duas áreas; importância e desqualificação do trabalho musical na dança; subserviência e protagonismo dos musicistas na área da dança; facilidades e dificuldades para o exercício do trabalho musical na dança; condições favoráveis e desfavoráveis para as atividades musicais na dança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Luiz Schroeder, Universidade Estadual de Campinas

Bacharel em música - modalidade composição - (1987), Mestre em Educação (2000) e Doutor em Educação (2006) todos pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Atualmente é professor participante do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena e professor pleno do Programa de Pós-Graduação em Música, no Instituto de Artes da Unicamp; Profissional de Pesquisa na área de apoio ao ensino, pesquisa e extensão no Instituto de Artes da Unicamp; coordenador do grupo de pesquisa Musilinc (Música, Linguagem e Cultura) e pesquisador do Laborarte (Laboratório de Estudos sobre Arte, Corpo e Educação) da Faculdade de Educação, na Unicamp

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

SCHROEDER, J. L. Diálogos difíceis entre música e dança. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 62–62, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i5.7047. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7047. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão