Banner Portal
Reestruturação da base de dados geográfica das gramíneas do campus da cidade universitária "Zeferino Vaz"
PDF

Palavras-chave

Sistemas de informação geográfica. Gramíneas. Topologia. Banco de dados geográfico

Como Citar

BRAGA, Vanderlei; LINHARES, Beatriz Viseu; MANGABA, Danilo. Reestruturação da base de dados geográfica das gramíneas do campus da cidade universitária "Zeferino Vaz". Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 51–51, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7036. Acesso em: 14 jun. 2024.

Resumo

A contratação de empresas pela Divisão de Meio Ambiente da Prefeitura Universitária para o corte e manutenção de gramíneas,(grama, capim e jardins) do campus da Cidade Universitária "Zeferino Vaz" exige a construção de uma base de dados geográfica íntegra, atualizada e organizada deste tema. Anteriormente, a base de dados das gramíneas do campus continha diversas irregularidades e inconsistências, motivadas pela não padronização do seu uso, impossibilitando o cruzamento de informações e a manutenção de um banco de dados consistente e confiável. Para sanar este problema, foi utilizado um sistema de informação geográfica (SIG), que permite o armazenamento de dados relacionados à geometria (como o tipo de gramínea – cujos preços variam – e a unidade responsável pela sua manutenção). O módulo avançado de topologia presente no software ArcGIS permitiu, de forma semiautomática, a eliminação de redundâncias, garantindo a integridade geométrica dos dados. Ao estabelecer regras de sobreposição, evita-se que, por exemplo, a representação geométrica das gramíneas ocupe o mesmo local que edifícios, estacionamentos e vias. Com o uso da técnica e a consulta contínua à DMA para correção dos dados, foi possível reestruturar a base de dados, com uma redução significativa do cálculo da área de gramíneas, representando menores custos de manutenção por parte da Prefeitura Universitária. Além disso, com a organização da forma de armazenamento das informações espaciais, possibilitou-se  uma  análise simples e direta dos dados, como, por exemplo, o cálculo das áreas de gramíneas por quadra, facilitando a visualização e o uso desse banco de dados geográfico.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Vanderlei Braga, Beatriz Viseu Linhares, Danilo Mangaba

Downloads

Não há dados estatísticos.